Hormônio do crescimento: 7 variáveis que podem influenciar sua liberação no exercício.

O hormônio do crescimento, em inglês, Growth Hormone ( GH)  também conhecido como somatotropina ou hormônio somatotrófico, é o mais abundante hormônio  secretado pela adeno-hipófise

hormonio do crescimento

 

O hormônios do crescimento ( GH ) é um importante hormônio envolvido na queima de gordura, manutenção de massa muscular , vitalidade e energia, atividade cerebral, produção de colágeno e outra inúmeras funções fisiológicas do corpo humano.

Embora o hormônio do crescimento (GH) seja um dos hormônios mais estudados, vários de seus aspectos fisiológicos ainda não estão integralmente esclarecidos, incluindo sua relação com o exercício físico. Estudos mais recentes têm aumentado o conhecimento a respeito dos mecanismos de ação do GH, podendo ser divididos em: 1) ações diretas, mediadas pela rede de sinalizações intracelulares, desencadeadas pela ligação do GH ao seu receptor na membrana plasmática;

2) ações indiretas, mediadas principalmente pela regulação da síntese dos fatores de crescimento semelhantes à insulina (IGF).

Tem sido demonstrado que o exercício físico é um potente estimulador da liberação do GH


Veja como a atividade aeróbica pode impactar na produção desde hormônio:

  1. Indivíduos treinados ou atletas apresentam menor liberação do GH comparado indivíduos não treinados
  2. Mulheres apresentam maior amplitude e freqüência na liberação do GH
  3. Indivíduos mais velhos apresentam menor liberação de GH que indivíduos jovens (± 20 anos)
  4. Liberação mais elevada  de acordo com a intensidade do  treinamento
  5. Duração Sessões com duração ≥ 30 min aumentam a liberação do GH
  6. Exercício de forma intermitente: três sessões de exercícios aeróbios em um mesmo  dia aumentaram a concentração de repouso do GH
  7. Período do dia :nenhum efeito significativo na liberação do GH

Agora veja como o exercício resistido como por exemplo a musculação pode influenciar no GH:

  1. Indivíduos não treinados em geral apresentam concentração do GH que indivíduos treinados ou atletas diante de um mesmo esforço
  2. Homens apresentam maior amplitude e freqüência na liberação do GH que mulheres
  3. Indivíduos mais velhos (± 70 anos) ou de meia idade; (± 40 anos) apresentam menor liberação do GH que indivíduos jovens (± 20 anos)
  4.  Maior liberação do GH em intensidades moderadas (± 60% de 1-RM) se comparada a sessões de baixa; (≤ 40%) ou elevada intensidade (≥ 80%)
  5.  Sessões de maior volume (≥ 8 e ≤ 15 repetições por série) resultam em maior liberação do GH
  6. Intervalos mais curtos (± 1 min) entre as séries parecem aumentar a liberação do GH comparado com intervalos mais longos (± 3 min)
  7. Concentração de ácido lático (Resultados controversos); maior concentração de ácido lático pode estimular a liberação do Gh

 

 

Referencia: Vinicius Fernandes Cruzat , Hormônio do crescimento e exercício físico: considerações atuais ,https://www.scielo.br/pdf/rbcf/v44n4/v44n4a03.pdf

 


Você também pode gostar:

Guia sobre Hormônio do Crescimento – Growth Hormone (GH)

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ARTIGOS RELACIONADOS

Mais lidAs