Hormônio do crescimento: Sete variáveis que podem influenciar sua liberação no exercício.

O hormônio do crescimento, em inglês, Growth Hormone ( GH)  também conhecido como somatotropina ou hormônio somatotrófico, é o mais abundante hormônio  secretado pela adeno-hipófise

hormonio do crescimento

 

O hormônios do crescimento ( GH ) é um importante hormônio envolvido na queima de gordura, manutenção de massa muscular , vitalidade e energia, atividade cerebral, produção de colágeno e outra inúmeras funções fisiológicas do corpo humano.

Embora o hormônio do crescimento (GH) seja um dos hormônios mais estudados, vários de seus aspectos fisiológicos ainda não estão integralmente esclarecidos, incluindo sua relação com o exercício físico. Estudos mais recentes têm aumentado o conhecimento a respeito dos mecanismos de ação do GH, podendo ser divididos em: 1) ações diretas, mediadas pela rede de sinalizações intracelulares, desencadeadas pela ligação do GH ao seu receptor na membrana plasmática;

2) ações indiretas, mediadas principalmente pela regulação da síntese dos fatores de crescimento semelhantes à insulina (IGF).

Tem sido demonstrado que o exercício físico é um potente estimulador da liberação do GH


Veja como a atividade aeróbica pode impactar na produção desde hormônio:

  1. Indivíduos treinados ou atletas apresentam menor liberação do GH comparado indivíduos não treinados
  2. Mulheres apresentam maior amplitude e freqüência na liberação do GH
  3. Indivíduos mais velhos apresentam menor liberação de GH que indivíduos jovens (± 20 anos)
  4. Liberação mais elevada  de acordo com a intensidade do  treinamento
  5. Duração Sessões com duração ≥ 30 min aumentam a liberação do GH
  6. Exercício de forma intermitente: três sessões de exercícios aeróbios em um mesmo  dia aumentaram a concentração de repouso do GH
  7. Período do dia :nenhum efeito significativo na liberação do GH

Agora veja como o exercício resistido como por exemplo a musculação pode influenciar no GH:

  1. Indivíduos não treinados em geral apresentam concentração do GH que indivíduos treinados ou atletas diante de um mesmo esforço
  2. Homens apresentam maior amplitude e freqüência na liberação do GH que mulheres
  3. Indivíduos mais velhos (± 70 anos) ou de meia idade; (± 40 anos) apresentam menor liberação do GH que indivíduos jovens (± 20 anos)
  4.  Maior liberação do GH em intensidades moderadas (± 60% de 1-RM) se comparada a sessões de baixa; (≤ 40%) ou elevada intensidade (≥ 80%)
  5.  Sessões de maior volume (≥ 8 e ≤ 15 repetições por série) resultam em maior liberação do GH
  6. Intervalos mais curtos (± 1 min) entre as séries parecem aumentar a liberação do GH comparado com intervalos mais longos (± 3 min)
  7. Concentração de ácido lático (Resultados controversos); maior concentração de ácido lático pode estimular a liberação do Gh

 

 

Referencia: Vinicius Fernandes Cruzat , Hormônio do crescimento e exercício físico: considerações atuais ,https://www.scielo.br/pdf/rbcf/v44n4/v44n4a03.pdf

 


Você também pode gostar:

Guia sobre o Hormônio do Crescimento – Growth Hormone (GH)

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhe

Deixe um comentário

ARTIGOS RELACIONADOS

Mais lidAs

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Posts recentes

Me siga

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp