Hábitos que Mexem com seus Hormônios

Admita: quando você se sente desligado ou fora de sintonia, com variações de humor e não tem idéia porque, você provavelmente atribui aos hormônios, certo?

Estes mensageiros químicos que fluem dentro de você praticamente governam todo o seu sistema, influenciando o apetite, o peso, o desejo sexual, ciclo menstrual e muito mais. Mas estas alterações hormonais não são apenas ocorrências aleatórias sobre as quais você não tem controle. Certos comportamentos podem levá-los a aumentar ou diminuir os seus hormônios circulantes e alterar seu metabolismo. Confira esses hábitos que podem modificá-los alterando sua saúde mental e física.

1- Vício em doces e em outros alimentos com alto índice/carga glicêmica como pães brancos,torradas, sucos de frutas,arroz branco e massas.

Comer alimentos com excesso de açúcar está diretamente ligado ao ganho de peso e os quilos em excesso podem levar seu corpo a se tornar resistente à insulina, o hormônio que mobiliza o açúcar de sua corrente sanguínea para que suas células possam obter a energia que precisam.A insulina é um hormônio que atua diretamente estocando o excesso de açúcar em forma de gordura corpórea. O resultado: desenvolvimento de um precursor da diabetes chamado de síndrome metabólica, ou mesmo desenvolvimento do diabetes mellitus tipo 2.

2-Estresse tarde da noite

Normalmente, os níveis do hormônio do estresse cortisol caem no período noturno enquanto a melatonina se eleva , o que ajuda você a relaxar e dormir. Mas manter-se ansioso ou tenso no período vespertino significa que seus níveis de cortisol vão se manter oscilando, deixando você muito ligado para pegar no sono. Certifique-se de que estas situações estressoras não estejam colocando você no limite.

3-Episódios regulares de insônia

É um círculo vicioso: a falta de sono aumenta os níveis de cortisol, o cortisol faz subir o açúcar no sangue para em seguida cair rapidamente, tornando-o estressado e desejoso por alimentos insalubres (junk food). Tente aumentar o tempo de sono e crie um ambiente propício para que ele venha. Excesso de luz, som alto, agitação , exercícios físicos e alimentos gorduroso a noite podem atrapalhar o sono. A privação do sono também diminui a leptina, hormônio relacionado a saciedade

4-Tomar café, chá estimulantes, energéticos ou qualquer outra bebida cafeinada no fim de tarde

O cortisol é o culpado de novo aqui: os sinais produzidos pela cafeína no seu corpo aumentam a produção de cortisol, o que pode fazer você se sentir ansioso e definitivamente em um estado mental inadequado para um bom sono. Limite-se a não mais de dois copos de tamanho regular por dia, de preferência antes das 15-16 horas.

5-Frequência irregular de exercícios

Sem exercício praticados de forma regular, seu corpo não vai produzir e liberar a quantidade ideal de endorfinas Você conhece as endorfinas? Elas são os transmissores cerebrais que causam sensação de bem estar, prazer e conforto. Elas também melhoram o seu sistema imunológico e aumentam os níveis de hormônios sexuais para que você tenha uma libido elevada. Quanto mais você se move (cardio, pilates, caminhadas, qualquer tipo de atividade), mais endorfina seu organismo produz.

6-Dietas hipocalórica e excesso de exercícios

A queda nos níveis de gordura corporal devido a qualquer regime de perda de peso com dietas de baixa caloria ou sessões intensas de exercícios, reduzem os níveis de estrogênio, interrompendo seu ciclo menstrual até que seu corpo retorne a um nível saudável de gordura. Isso porque gordura corpórea (pelo menos um pouco) é fundamental para uma gestação segura e deixar de menstruar é um alerta para que você não se reproduza e traga problemas a prole. Entre outras coisas, os estrogênios atuam na capacidade intelectual de mulher.

7- Restrição de exercícios cardio-circulatórios

Você sabia que o exercício cardio-circulatório pode fazer você esquecer daquele jantar cheio de farturas? O exercício aeróbico leva a uma queda nos níveis de um hormônio chamado grelina, que suprime o apetite, mostram estudos.

8-Conforta -se na TPM com doces

Além de deixar você ligada, o açúcar também altera substâncias químicas do cérebro trazendo as tão famosas variações de humor durante a sua semana de TPM. Se os sintomas pré-menstruais deixá-la irritadiça e mal-humorada, o açúcar só irá piorar ao invés de confortar. Tente o chocolate com pelo menso 70% de cacau , a gordura deste nutriente se mostrou ser anti inflamatória o que pode melhorar a compulsão e as cólicas. Outras gorduras como omega 3 , óleo de prímula, borragem e gergelim podem ajudar também

9 HIIT

Exercícios curtos e de alta intensidade: aumentam a produção de testosterona e hormônio do crescimento, hormônios envolvidos na formação de massa magra, queima de gordura e desejo sexual.

10 – Café da manha lotado da carboidratos

Comer excesso de carboidratos principalmente de alto índice glicêmico de manha e poucas fontes de proteínas e gorduras jogarão sua insulina nas alturas e seu cortisol lá embaixo, o que pode te deixar cansado, sem motivação e com fome rapidamente

11 – Cantar , abraçar, massagear , sorrir para outra pessoa ao cumprimentar

Essa ações aumentam a produção de ocitocina, o hormônio do amor e do prazer, tornando o mais atrativo ao sexo oposto,

12 – Tomar café ao acordar

Tomar café imediatamente ao acordar pode fadigar sua glândula supra renal e torná – lo mais resistente a cafeína. Assim que despertamos liberamos cortisol na corrente sanguínea e a cafeína estimula mais ainda sua liberação, o que pode levar a glândula a exaustão . Idealmente tome duas horas depois de acordar.

13- Tomar sol nos braços entre as 10:00h e 16:00h por 20 min sem protetor

O sol aumenta a produção de vitamina D , hoje conhecida como hormônio D, devido as inúmeras funções no organismo que vão desde proteção contra alguns tipos de cânceres até diabetes e depressão

14 – Comer carboidratos depois do exercício

Esta prática é fundamental para a manutenção ou ganho de massa magra já que a insulina é um hormônio anabólico e o exercício sensibiliza a ação dela.

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhe

22 respostas

  1. Prezado dr. Roberto,
    O sr. que parece ser homem traquejado no conhecimento de hormônios e, (o que fica evidente pelas suas fotos) faz uso injetável destes, poderia nos recomendar um ciclo para quem intenta reduzir o BF< 10% e depois um ciclo para "explodir" no ganho de massa magra; sem hipocrisia e sem enrolação. O q acha?

  2. Li hoje pela primeira vez seus artigos e achei interessantes..sou obesa com diabetes tipo 2 e tem coisas que nunca nenhum endócrino me explicou de maneira tão fácil de entender…obrigada..Parabéns!!!

  3. Muito bom este trabalho informativo, mas para que ele fique melhor e seja lido pela maioria dos homens coloque um link para as redes sociais como o facebook, gmail, e outros…Obrigada!

  4. Qual o medico em Natal- RN que posso procurar para verificar se meu problema de insonia e causada por exastao adrenal, porque os sintomas sao identicos ao que sinto, tenho 67 anos e gostaria de melhorar minha qualidade de vida

  5. Dr. Roberto, primeiramente gostaria de parabenizá-los pelo excelente site e conteúdo veiculado. Em segundo lugar, solicito indicação de algum profissional médico na região de Florianópolis que possa me ajudar com Fadiga Adrenal e modulação hormonal para tratá-la, caso conheça.
    Desde já, agradeço imensamente.
    Daniel

  6. Bom dia

    Gostaria de saber se existe um tratamento hormonal que faça com que eu não me apaixone e nem sinto desejo sexual, em outras palavras, que eu seja uma assexual arromantica

    Grata

  7. Olá Dr. Li tudo mas não está aqui meu problema.
    Eu tenho 16 anos e não tenho seios ( tipo ele tem o tamanho de uma menina de 12 anos ele muito pequeno pra mim )
    Falei com minha tia sobre isso e ela não sabia o que poderia ser.
    Tem amigos dela e da minha mãe que falam que são meus hormônios que não está se desenvolvendo.
    Outros falam que tenho que fazer um exame de mamoplastia.
    O que o Dr. Acha que pode ser ?
    Fico aguardando a sua resposta .

    Obrigada pela atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ARTIGOS RELACIONADOS

Mais lidAs