A absolvição dos ovos – Use e Abuse!

Os ovos por muito tempo foram vistos como vilões da saúde já que seu consumo foi ligado ao aumento de doenças cardiovasculares. Porém novos estudos mostraram que esse risco não se eleva pois o colesterol presente na gema também eleva o colesterol bom.

O ovo é um alimento versátil, barato, nutritivo e, olha só, aliado da dieta. Essa ótima notícia foi confirmada por mais de um estudo de diferentes países. Um deles, feito na Wane State University, em Michigan, nos Estados Unidos, mostrou que enriquecer o café da manhã com o ovo deixa você com menos fome nas próximas refeições. Com isso, tende a consumir menos calorias até o fim do dia – e emagrece.

A gema tem vários antioxidantes (vitaminas A e E, zinco, ferro, selênio e vanádio), substâncias com o poder de combater o envelhecimento das células. O ovo ainda tem colina, um nutriente que protege a memória.

Também contém uma pequena quantidade de vitamina D e vitaminas do complexo B.

Além disso, a proteína albumina presente na clara, tem um poder sacietogênico (aumenta a saciedade) que pode colaborar com o emagrecimento e prevenir doenças cardiovasculares.

A Albumina é proteína fundamental ao nosso organismo que transporta várias substâncias no sangue além de ser importante na formação de músculos e manter o plasma sanguíneo dentro dos vasos.

Todo ovo tem ácido fólico, uma vitamina que combate a anemia, reduz o risco do mal de Alzheimer, previne doenças cardíacas, derrames e ainda ajuda controlar a hipertensão

Possui lecitina: um emulsificante natural de gordura que inibe a absorção de gordura pelo intestino

Também são ricos em luteína e zeaxantina inclusive sendo a melhor fonte destas substâncias que são importantíssimas na saúde ocular prevenindo a degeneração macular

As novas pesquisas reuniram provas para absolvê-lo da acusação de vilão do coração. Ficou comprovado que não existe relação entre o colesterol presente no ovo, mais especificamente na gema, e o aumento das taxas de gordura nociva no organismo.

 

RECOMENDAÇÕES:

Ovo saudável é o que não tem rachaduras na casca, pois pode entrar bactéria neste ovo.

Nunca lave o ovo antes guardá-lo na geladeira já que a salmonela está na casca do ovo. A casca do ovo é muito fina, e quando eu lavo este ovo eu propicio que esta bactéria entre dentro dele. Após lavar, coloque direto na panela para prepará-lo.

Uma pesquisa feita pela Universidade de Caxias do Sul comprovou que o ovo de codorna tem 38% de gordura a mais que os outros. Já a diferença das proteínas e do colesterol é insignificante entre os vários tipos de ovo.

Se você for comer ovo na hora do almoço não coloque carne no prato. A soma do colesterol do ovo e da carne é um excesso para uma mesma refeição

Mesmo quem tem colesterol alto pode comer ovo até quatro vezes por semana, cozido, de preferência.

Ponto do ovo cozido :
Colocar o ovo na água fervente. Se você gosta dele mais mole deixe por 5 minutos. Pra quem gosta mais durinho, nove minutos. Para a casca não quebrar, coloque uma colher de sopa de vinagre na água.

Ponto do ovo frito:
No fogo alto o ovo frita mais rápido e a gema fica mais mole. No fogo mais baixo, ele frita mais lentamente e a gema fica mais durinha. Segundo os nutricionistas, a gema deve ficar um pouco mole. Use pouco óleo para fritar.

Ovo frito na água (pochê) – mais saudável:
Coloque pouca água numa frigideira antiaderente. Esquente-a até quase ferver. Quebre-o sobre a água. Abafe e deixe “fritar”.

Ovo cocote
Quebre numa vasilha, coloque numa tigela de porcelana untada com manteiga e leve para cozinhar em banho-maria, por 5 a 6 minutos. Fica com a gema cremosa.

Outras formas de preparo: mexido e omelete

Tabela da calorias:

Valor energéticoCarbioidratos (g)Proteínas (g)Gorduras Totais (g)Gorduras Saturadas (g)
CLARA DE OVO13,850,313,15ZEROZERO
OVO DE GALINHA INTEIRO67,050,555,624,51,4
OVO POCHE64,990,555,584,51,39
OVO FRITO1200,67,89,32,05
OVO DE GALINHA INTEIRO COZIDO70,880,55,765,181,17
OMELETE111,440,757,628,432,23
OVO DE CODORNA15,80,041,311,110,36
GEMA COZIDA52,80,272,524,641,43
Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidAs

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Posts recentes

Me siga

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp