O termo alopecia significa em latim “sarna do lobo” (o lobo perde o pelo do pescoço durante o verão). Calvície ou alopecia designa a perda de pelos ou cabelos, total ou parcial, temporária ou definitiva, em qualquer região com pelos ou cabelos no corpo humano. As calvícies podem ser definitivas (também chamadas de cicatriciais) ou transitórias (também chamadas de não cicatriciais). Dependendo do tipo de calvície, o tratamento é totalmente diferente.

De acordo com o último censo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a queixa de alopecia está entre as dez mais frequentes nos consultórios dermatológicos em pacientes de 15 a 39 anos. A alopecia androgenética (AAG) é a causa mais comum de alopecia em ambos os sexos. É caracterizada por alteração no ciclo do cabelo levando à miniaturização folicular progressiva com conversão de fios terminais em velo, mais finos, curtos e menos pigmentados. Cerca de 50% dos homens caucasianos sofrem de um processo conhecido como alopécia androgênica, problema também conhecido como calvície. Em alguns povos o problema é mais comum, caso dos judeus (cerca de 70% dos homens ficam calvos), ao passo que outros povos como os orientais têm a capacidade de manter o cabelo mais forte ao longo da vida.

Na alopecia androgenética, os receptores nas raízes dos cabelos se ligam com frações dos hormônios androgênicos que circulam no corpo. A testosterona, através da enzima 5 alfa-redutase, é convertida em dihidrotestosterona (DHT) e se liga no receptor do folículo piloso (raiz). A característica desta queda de cabelos é a miniaturização dos fios. Os cabelos afinam, perdem a cor, e vão reduzindo seu comprimento até se tornarem velus. Os cabelos caem pequenos.

A calvície pode afetar todos os aspectos da vida masculina. Os relacionamentos interpessoais, a imagem e a autoestima ficam abalados. Um em cada sete homens tem variantes genéticas que levam à calvície: segundo uma pesquisa de cientistas da Glaxo Smith Kline, homens calvos têm uma combinação de genes que aumenta em sete vezes as chances de desenvolver o problema.

Hoje sabemos que nossas escolhas e nossos comportamentos exercem muito mais impacto sobre a longevidade e a saúde do que a nossa herança genética, assim amigos, a forma como nos “comportamos”ao longo da nossa vida influenciará, também, no processo de calvície. É muito cômodo para alguns alegar que somo reféns de nossos genes, pois assim não precisarão agir e poderão usar algum medicamento como muleta jogando toda responsabilidade sobre ele. Este conceito, diga – se passagem é muito vantajoso para Big Pharma.

DIHIDROTESTOSTERONA:

A DHT existe na pele, no cérebro e nos órgãos sexuais. Até há pouco tempo pensava-se que era um hormônio desnecessário a partir do início da idade adulta. Durante a vida embrionária ou a adolescência a DHT é essencial para o desenvolvimento dos órgãos sexuais masculinos. É também responsável pelo aparecimento da barba, dos pelos no peito, no abdômen ou nos membros inferiores dos rapazes, e ainda pelo aumento da atividade das glândulas sebáceas. É um hormônio quatro vezes mais androgênico e erógeno que a testosterona e é tão importante que meninos que nascem sem a capacidade de converter Testosterona em DHT nascem com genitálias ambíguas, pênis mal formados e pseudo-hermafroditas.

Deficiência de 5alfa-redutase de esteróides no homem: uma forma hereditária de pseudo-hermafroditismo masculino.

Nos pseudo-hermafroditas masculinos nascidos com genitália ambígua, mas com acentuada virilização na puberdade, a avaliação bioquímica revela uma diminuição acentuada na dihidrotestosterona plasmática, secundária a uma diminuição na atividade da 5 alfa-redutase dos esteróides. No útero, a diminuição da diidrotestosterona resulta na masculinização incompleta da genitália externa. A herança é autossômica recessiva.

 

Resultado de imagem para 5 alfa redutase

 

 

FINASTERIDA e DUTASTERIDA

O fármaco finasterida e dutasterida são utilizados por milhões de homens em todo o mundo para parar ou reverter o processo de calvície e também para tratar a hiperplasia benigna da próstata. A finasterida inibe a conversão de testosterona em diidrotestosterona (DHT) pela inibição da enzima 5-α-redutase. A dutasterida é mais potente pois é um Inibidor duplo de inibidores da 5-αlfa redutase tipo 1 e 2.Vale salientar que estes medicamentos são contra-indicados para uso em mulheres em idade fértil pois pode levar a má-formações em fetos e usuários destes medicamentos não devem doar sangue

Medicamento prostático popular ligado a efeitos colaterais graves

Para ajudar a melhorar os sintomas da hiperplasia prostática benigna (HPB) , são frequentemente prescritos para os homens alfa- bloqueadores, como a Tamsulosina (Flomax®) que relaxa o músculo liso da próstata e melhora a micção ou outras drogas como Proscar® (Finasterida) ou Avodart® (Dutasterida), que funcionam reduzindo o volume da próstata assim, melhorando a função urinária.

O tratamento da HPB com o Avodart® (dutasterida) comumente prescrito pode colocar os homens em risco aumentado de diabetes, níveis elevados de colesterol, doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) e agravamento da disfunção erétil, conclui uma nova pesquisa realizada por cientistas do Boston University Medical Center. Os médicos devem estar plenamente conscientes desses novos achados, de acordo com os pesquisadores e discutir com seus pacientes os potenciais efeitos colaterais adversos do Avodart® na função metabólica e sexual antes de prescrevê-lo. O estudo foi publicado na revista Hormones, Molecular Biology and Clinical Investigations em junho de 2017.

“Acreditamos que nossas descobertas sugerem que a Avodart® tem um impacto negativo na saúde geral dos homens, uma vez que aumenta a glicemia, a hemoglobina glicada e os lipídios no sangue. O aumento da glicemia e da hemoglobina glicada pode predispor os homens à diabetes e o aumento dos lipídios pode predispor à DHGNA. O mais importante é que este agente agrava a função sexual e reduz a qualidade de vida”, explicou o autor principal, Dr. Abdulmaged M. Traish, professor de bioquímica e urologia na Boston University School of Medicine (BUSM).

Os pesquisadores da BUSM acreditam que os dados deste estudo e aqueles relatados por outros em modelos animais e também em estudos clínicos sugerem fortemente que Avodart® pode ter efeitos colaterais adversos sérios que não eram evidentes há vários anos. “Para reduzir o impacto negativo na saúde geral e na qualidade de vida, os médicos precisam discutir com seus pacientes os potenciais efeitos colaterais adversos de tomar Avodart”, disse Traish.

Há vários anos que um grupo de médicos nos EUA tem pedido que esta droga saia do mercado.

Nos seus consultórios têm surgido dezenas de homens com impotência, ausência de libido e desaparecimento das características sexuais masculinas (perda dos pelos corporais, aparecimento de seios, perda de massa muscular). O incomum é que os sintomas não desaparecem. Por vezes as vítimas apenas se recuperam ao fim de mais de sete anos, mas ocorreram casos em que não houve recuperação e as vítimas acabaram por se suicidar.

A dimensão do problema permanece desconhecida e a comunidade médica não está sensibilizada. Os estudos oficiais afirmam que o fármaco é seguro. A grande maioria dos médicos em todo o mundo continua a receitar finasterida e dutasterida e ignorar os seus efeitos secundários.

No cérebro, a DHT está presente e é essencial para a capacidade de memorização, comportamento masculino, aprendizagem, etc. Alguns pacientes que fazem uso da finasterida sofrem durante anos de problemas de concentração, depressão, “brain fog” ou insônias sem saber a verdadeira causa. A finasterida reduz ainda a testosterona disponível no sangue, e aumenta o estradiol, um estrogênio, levando a um aumento da probabilidade do homem sofrer de câncer da mama ou de sinais de feminilização como aumento de mamas. O mínimo que se deveria fazer é realizar um perfil hormonal antes de iniciar o tratamento e a cada 6 meses.

Aconselha-se a todos os leitores que estejam utilizando ou utilizaram a finasterida, que procurem um médico para fazer um check-up hormonal ao longo dos cinco anos que se seguem ao fim da medicação. Não se aconselha a ingestão de soja ou produtos derivados de soja, ou qualquer outro produto com fitoestrogênios por estes pacientes além de extremo cuidado com os plásticos que contém bisfenol como garrafas PET e afins.

Porquê não se faz um check up  hormonal antes de iniciar o uso da  finasterida?

Níveis elevados de 5alfa-dihidrotestosterona em pacientes com idade igual ou inferior a 26 anos no início do tratamento são um fator preditivo de boa resposta ao tratamento com finasterida 1 mg por dia  segundo o estudo “Value of hormonal levels in patients with male androgenetic alopecia treated with finasteride”

Me pergunto , se os inibidores da  5 alfa redutase diminuem ou elevam hormônios, porquê se dispensa qualquer tipo de  exame laboratorial para o seu uso.?Curioso que os mesmos médicos que questionam o uso de hormonios  para minimizar sintomas do envelhecimento ou para fins estéticos  prescrevem uma terapia HORMONAL , no  caso finasterida ou dutasterida,  para  fins estéticos também e pior , sem qualquer tipo de exame  ou análise mais apurada. Ou calvície leva alguém a morte?

CONCEITO DE  TERAPIA  HORMONAL: A terapia hormonalhormonoterapia ou endocrinoterapia baseia-se no princípio de administração ou subtração de hormônios para vários fins, como terapia de masculinização, feminilização, tratamento de câncer por meio da quimioterapia, supressão androgênica, entre outros.[1] A hormonoterapia pode ser classificada, segundo o seu modo de atuação, como ablativaaditivacompetitiva e inibitória.[2][3]

Finasterida diminui incidência mas aumenta malignidade dos canceres de próstata segundo estudo

Thompson e colaboradores observaram um grupo de 18.882 homens com mais de 55 anos, sem doença da próstata confirmada pelo toque digital e por dosagem de PSA, que usaram 5 mg de finasterida por dia ou placebo para prevenir carcinoma de próstata. Após sete anos, 9.060 pacientes terminaram o experimento. No grupo que usou finasterida, 803 (18,4%) de 4.368 pacientes desenvolveram câncer de próstata. No grupo placebo, 1.147 (24,4%) de 4.692 pacientes desenvolveram câncer de próstata. O fármaco mostrou ser eficaz na prevenção de carcinoma de próstata, uma vez que reduziu a prevalência do câncer em 24,8% com relação ao índice estimado para o período, entretanto um fato chamou a atenção dos pesquisadores. O tumor de Gleason de grau 7, 8, 9, ou 10, que é um carcinoma de próstata de altíssima malignidade, foi mais comum no grupo que usou finasterida: 280 (6,4%) dos 4.368 pacientes, contra 237 (5,1%) de 4.692 pacientes do grupo placebo. Tal fato indica que, embora a finasterida possa diminuir a prevalência do câncer de próstata, o desenvolvimento de tumores de alta malignidade se torna mais frequente. Apesar deste estudo ter sido feito em pacientes mais velhos do que os que usualmente tomam finasterida, os resultados são notáveis. O preocupante achado de aumento, no escore de Gleason, tem limitado seu uso como agente quimioprofilático.

 

Finasterida e Depressão  – A importância do  eixo  Progesterona Alopregnenolona  –  Gaba

Estudos em animais demonstraram que a finasterida pode induzir alterações de comportamento. Além disso, alguns casos de depressão induzida por finasterida foram relatados em humanos. O objetivo deste estudo foi examinar se os sintomas depressivos ou de ansiedade pode ser induzida pela administração de finasterida. Os hormônios esteroides, incluindo androgênios possuem um extenso metabolismo no cérebro. Várias enzimas tais como 5 alfa-redutase,  3 Alfa-hidroxiesteroide desidrogenase (3Alpha-HSD) e  17 beta-hidroxiesteroide desidrogenase (17 beta-HSD)  têm ações cerebrais no metabolismo de esteróides. As substâncias sintetizadas por estas enzimas afetam não só a diferenciação sexual e comportamento, mas também funções não reprodutivos do cérebro

Os estudos em animais sugeriram que a finasterida pode alterar a atividade 5 alfa-redutase em algumas regiões do cérebro, e levar a mudanças de comportamento e de humor. Demonstrou-se que a finasterida é capaz de inibir a 5 alfa-redutase no hipotálamo medial basal em ratos fêmea, e induz alterações comportamentais. Inibição significativa da 5 alfa-redutase hipotálamo e na pituitária também é notado em ratos machos adultos. Além dos estudos em animais, embora existam alguns relatos de casos sugerindo finasterida indução de sintomas depressivos e de ansiedade em humanos, mas nenhum estudo prospectivo foi levada a cabo, a fim de investigar os efeitos comportamentais de finasterida. No presente estudo, investigamos quaisquer sintomas depressivos ou de ansiedade induzidas pela administração de finasterida, nos pacientes com diagnóstico de alopecia androgenética.

5 alfa-redutase é uma enzima crítica na conversão de vários esteroides, como a testosterona, progesterona, corticosterona e aldosterona no cérebro. Esta enzima converte a testosterona em DHT o  androgênio mais potente, e também atua na conversão de progesterona a diidroprogesterona (DHP). A DHP é ainda convertida em alopregnenolona (5 alpha, 3 Alpha-tetraidroprogesterona) por 3 Alpha-HSD. Alopregnanolona é um modulador do receptor tipo A do ácido gama-aminobutírico  (GABA-A), e aumenta a condutância de cloreto. Este neuroesteroide foi encontrado para exercer anti-convulsivante, anestésico e efeitos ansiolíticos Além disso, as alterações nos níveis de alopregnanolona se encontra a ser associado com distúrbios depressivos.

 

Metanálise publicada no JAMA questiona segurança do  Finasterida

Nenhum dos 34 testes clínicos com finasterida, um remédio muito popular para combater a calvície, fornecem dados suficientes sobre os possíveis efeitos colaterais na sexualidade de seus consumidores, segundo estudo publicado no JAMA em 2015

“Os pacientes e os médicos que o prescrevem supõem que este medicamento não oferece perigos, mas a verdade é que não há informação suficiente para estarem seguros disso”, explica Steven Belknap, professor adjunto de dermatologia na Universidade Northwestern em Chicago (Illinois, norte) e principal autor da investigação.

O estudo – publicado no “Jornal da Associação Americana de Medicina” (JAMA, na sigla em inglês) – desperta questões sobre a segurança deste medicamento, conhecido como finasterida e comercializado com os nomes de Propecia e Proscar.

As informações  de toxicidade disponível dos ensaios clínicos da finasterida em homens com alopécia androgenética  são  muito limitadas,  de baixa qualidade e parecem ser sistematicamente tendenciosas. Em um  estudo de  coorte de homens  usando finasterida,  a maioria teria sido excluída dos principais estudos que apoiaram a aprovação da Food and Drug Administration dos EUA

Os relatórios publicados de ensaios clínicos fornecem informações insuficientes para estabelecer o perfil de segurança da finasterida no tratamento para  o tratamento de alopecia , conclui o artigo.

Problemas sexuais de homens com alopecia androgênica tratados com inibidores da 5-alfa redutase  segundo estudo publicado em 2018

Os inibidores da 5 alfa redutase podem causar efeitos colaterais, como disfunção erétil, problemas de ejaculação e diminuição da libido s. Seu impacto de longo prazo e mecanismo preciso não foram esclarecidos.Mais treinamento e conscientização são necessários para médicos e pacientes recuperarem muitos pacientes de efeitos adversos sexuais.

Tanto o finasterida como dutasterida  utilizadas no tratamento da calvície andrognética têm efeitos colaterais bem definidos, que podem afetar negativamente a vida sexual. É desconhecido e imprevisível que os homens que usam esses medicamentos possam estar sujeitos a esses efeitos colaterais e quando esses efeitos podem aparecer. Estudos têm sido insuficientes para fornecer uma resposta clara a essa questão.

 

 

Coskuner ER, Ozkan B, Culha MG. Problemas sexuais de homens com alopecia 

 Referências

Drug used for male pattern baldness makes men impotent, grows man boobs

Natural News: Drug used for male pattern baldness makes men impotent, grows man boobs

Adverse Side Effects of 5α-Reductase Inhibitors Therapy: Persistent Diminished Libido and Erectile Dysfunction and Depression in a Subset of Patients

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21176115

Aspectos psicológicos da calvície

http://www.transplantecapilar.pt/

 Ludwig Scale and women’s hair loss 

http://www.worldhairinstitute.com/ludwig.shtml

Persistent sexual side effects of finasteride for male pattern hair loss.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21418145

Finasteride 5 mg and sexual side effects: how many of these are related to a nocebo phenomenon?

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17655657

Effects of 5-alpha reductase inhibitors on erectile function, sexual desire and ejaculation.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23173718

Finasteride induced depression: a prospective study

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=Finasteride+induced+depression%3A+a+prospective+study

 Neuroactive steroids. 

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=Paul+SM%2C+Purdy+RH.+Neuroactive+steroids.+FASEB+ J.+1992%3B6%3A2311%E2%80%932322.

Steroid hormone metabolites are barbiturate-like modulators of the GABA receptor

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=Steroid+hormone+metabolites+are+barbiturate-like+modulators +of+the+GABA+receptor.+Science.+1986%3B232%3A1004%E2%80%931007.+doi%3A+10.1126%2Fscience.2422758.

Anxiolytic effect of progesterone is mediated by the neurosteroid allopregnanolone at brain GABAA receptors

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=Anxiolytic+effect+of+progesterone+is+mediated+by+the+ neurosteroid+allopregnanolone+at+brain+GABAA+receptors.+J+Neuroendocrinol.+1995%3B7%3A171%E2%80%93177.

Finasterida: mitos e verdades 

http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?id_materia=4452&fase=imprime

Cognitive changes associated with supplementation of testosterone or dihydrotestosterone in mildly hypogonadal men: a preliminary report.

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12826696

Finasterida: Sérios riscos à sua saúde?

http://riscosdofinasterida.blogspot.com.br/p/calv.html

Long-term dutasteride therapy in men with benign prostatic hyperplasia alters glucose and lipid profiles and increases severity of erectile dysfunction

https://www.degruyter.com/view/j/hmbci.ahead-of-print/hmbci-2017-0015/hmbci-2017-0015.xml

Adverse Event Reporting in Clinical Trials of Finasteride for Androgenic AlopeciaA Meta-analysis  – Jama
Steven M. Belknap, MD

Steroid 5alpha-reductase deficiency in man: an inherited form of male pseudohermaphroditism.
Imperato-McGinley J, Guerrero L, Gautier T, Peterson RE.

Sexual Problems of Men With Androgenic Alopecia Treated With 5-Alpha Reductase Inhibitors  Enis Rauf Coskuner, MD

,

 

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto

363 respostas

  1. Tenho 30 anos e sou usuário de finasterida há 9 anos. Sempre soube pela internet ou pela bula os efeitos colaterais da finasterida como perda da libido, perda do volume ejaculado e disfunção erétil. Eu nunca tive esses efeitos colaterais, por isso, nunca me preocupei e não quis parar com a medicação. Depois que vi a reportagem da revista Veja a respeito dos efeitos colaterais e depoimentos de pacientes, decidi procurar um dermatologista, cardiologista e urologista, bem como pedir exames hormonais. Na primeira consulta, todos foram unânimes em que eu poderia continuar usando e o dermatologista disse que o meu cabelo até melhorou após um exame comparando com fotos de 4 anos atrás. Na consulta de retorno e com exames em mãos, todos os exames estão perfeito, exceto o espermograma. No exame deu 84,4 milhões e 15,3 por ml com velocidade baixa e o oval abaixo da média, enfim, segundo o urologista está abaixo do normal por mais que com estes resultados, embora baixos, é possível engravidar uma mulher. Agora vou deixar de tomar a finasterida por 6 meses e voltar a fazer os exames para comparar com este atual. O cardiologista disse que tem certeza que a finasterida me causou este efeito colateral. Sinceramente, mesmo após os 6 meses, eu acho que eu não vou tomar finasterida nunca mais!

    1. Felipe, boa tarde!
      Recentemente tive alterações no espermograma. Eu tomo finasterida há 14 anos. Seus exames voltaram ao normal após os 6 meses?? E a queda de cabelo começou quanto tempo depois que vc parou de tomar?? Abraço

    2. Tenho 34 anos e meu cabelo cai muito a ponto do couro cabeludo aparecer na frente fiz varios exames e não deu nada o medico me indicou tomar finasterida por toda vida e mais seis meses foram essas as palavras dele qual os danos que posso ter ao tomar tanto tempo esse medicamento

  2. Ola meu nome e Eric, sou biólogo molecular trabalho na federal de São paulo (UNIFESP), recentemente tive problemas com a finasterida. No inicio parecia uma maravilha minha libido aumentou, juntamente com a potencia e a duração das ereções cheguei a ter crises de priapismo pra mim a finasterida era a solução final porem de uma hora pra outra fiquei brocha nada funcionava, parei imediatamente com a finasterida e creio que eu já esteja voltando ao normal. Ma passei medo, e ao pensar sobre o assunto, creio que a finasterida por inibir a 5alfa redutase ela aumenta drasticamente os níveis de testosterona livre, com isso a ipofise regula para baixo os níveis de FSH, os níveis elevados de testosterona com o tempo podem desativar uma cascata genética talvez ainda não muito bem compreendida no cérebro a nível de sinapse neural, causando todos os sintomas descritos tornando o homem irresponsivo a altos níveis de testosternona e tornando inútil a reposição hormonal. Talvez a solução fosse desativar o sistema de indução da testosterona via hipófise desligando o FSH com um agonista usado para desligar o FSH e inibir a produção de testosterona; em suma, o individuo ficaria sem testosterona alguma for uns 6 meses para que o sistema epigenético que estava regulado para uma insensibilidade ao hormônio seja regulado para uma ausência do hormônio assim quando a testosterona voltar a ser produzida ou administrada em doses normais o sistema epigenético estaria responsivo as doses fisiológicas do hormônio. Portanto ao contrario do que se vem tentando fazer que e dar doses cavalares de testosterona a solução seria desligar a testosterona totalmente,inclusive a da supra renal para que possa reverter a epigenetica celular que antes estava dessensibilizada à testosterona, assim o efeito contrario obrigaria as células a ficarem hipersensíveis a testosterona desbloqueando a cascata genética que antes havia sido bloqueada.

  3. Tenho 18 anos e usei por 6 meses, senti apenas perda da libido, mas voltou ao normal depois de poucos dias, uns 15 dias sem usar… aconselho fazer o tratamento pra ver se não tem efeitos colaterais, e parar se houver, como no meu caso, o efeito colateral não é irreversível…

  4. Acabei por ser prescrito para mim finasterida 5 mg, e tomei por quase 1.5 ano essa dose. Reduzi para 1 mg recentemente, mas já consigo perceber a maioria dos efeitos colaterais citados, tais como disfunções eréteis, shrinkage, insônia e sono perturbado, falta de concentração, etc. Estou ansioso para fazer meu check up hormonal, pois acredito que deve estar muito alterado. Como tenho 23 anos, acredito que devo parar o mais rápido possível e tentar substituir a droga por óleo de côco e manter o minoxidio 5% tópico. Espero não ter causado sérios e permanentes problemas à minha saúde. Embora os efeitos no cabelo tenham sido realmente claros (costumo dizer a sem esse tratamento, eu já poderia estar careca), não vale a pena se expor dessa forma.

          1. Boa tarde, Dr. Roberto,

            Alguem médico de confiança em Fortaleza-CE que possa lidar com Síndrome Pós-Finasterida?

            Grato.

          2. Boa noite Dr. Roberto.

            Tomei própria por pouco tempo há 15 anos atrás ….. Foi desastroso o efeito, ainda hoje sofro muito com isso … Tratei como problema psicológico, conforme os médicos diagnosticaram, até que comecei a pesquisar, pois não aguento mais viver desta forma, preciso de ajuda… Estou em SP capital, gostaria de passar por uma consulta contigo, ou com algum médico que possa indicar..

      1. Doutor, boa tarde
        Tomei finasterida por sete anos e larguei faz mais ou menos dois anos…minha testosterona está baixa e tenho sérios problemas de depressão, o Senhor poderia me indicar um médico em Presidente Prudente/SP? Obrigado

  5. tomei finasterida por mais de 10 anos….nunca senti nada,mas no final de 2014 desenvolvi ginecomastia em uma das mamas grau 1 ….suspendi a finasterida,a gineco não regrediu mas tb não evoluiu…tenho 32 anos 1,70 de altura e 70 kg….seria a finaterida??? uma vez realizei exame de testosterona e estava um pouco abaixo mas nada que o médico disse para me preocupar….não senti mas nenhum efeito da finasterida…o que me aconselha doutor?

    1. Se tiver tecido mamário dificilmente normaliza sem cirurgia. Idealmente os níveis de estradiol dever ser dosados juntos com o de testosterona. lembrando que gordura visceral com resistência a insulina tb faz ginecomastia, não sei se é o caso

    2. Boa noite Dr. Roberto, meu nome é Marcio Moreto, eu usei a Finasterida durante 16 anos, e passei por muitos efeitos colaterais. Parei de usar em 2014, me parece que estou voltando ao normal, mas gostaria de saber se você poderia me indicar algum médico aqui no ES, moro na cidade de Vitória, obrigado!

  6. Tenho 65 anos e uma próstata enorme, tomo finasterida a 2 anos de 1 miligrama, passei a tomar de 5 porque o efeito estava se minimizando. Em princípio não sinto nada de anormal, para ter relações recorro a medicamento e tenho a potencia sexual absolutamente normal, ou seja, acima da de um homem da minha idade, normalmente tomo o medicamento de 5 miligramas de uso diário. Pretendo passar pelo procedimento de embolização da próstata, então poderei deixar de tomar este medicamento. As publicações estão me assustando um pouco.

  7. Tudo balela… Garanto que quem sente tais efeitos fuma, bebe, é sedentário e não se alimenta corretamente, aí a culpa é de uma medicação que já provou ser segura e não do maço de cigarro que vcs fumam diariamente. Quanta hipocrisia! Já foi provado que os anticoncepcionais que a grande maioria das mulheres toma sem a menor necessidade, já que existe camisinha pra evitar gravidez, e nem por tanto a medicina se preocupa em retirá-los do mercado. Uso a Finasterida a mais de 8 anos e nunca tive nenhum efeito além dos já descritos na bula, sendo que o que persiste até hj é o esperma ralo, coisa que não me incomoda, já que meu desempenho sexual é o mesmo, senão melhor do que era antes da Finasterida. Por via das dúvidas faço exames de dosagem hormonal anualmente e até então está tudo normal. O caso é que eu não me estresso com besteiras, me exercito diariamente, cuido da alimentação e principalmente da mente, além de não beber é muito menos fumar. Vcs deveriam experimentar fazer o mesmo…

  8. Interessantes comentários aqui. Todos merecem a devida atenção. Uns pela manifestação dos efeitos colaterais do uso da finasterida. Outros pela ausência destes mesmos efeitos.
    No meu caso, tomo finasterida há 3 meses e confesso que a única coisa que mudou foi quanto ao meu esperma, que aumentou consideravelmente a quantidade (possivelmente triplicou) e que ficou ligeiramente ralo. Quanto à calvície não vi ainda nada animador, mas dizem que para aparecerem os resultados demora ainda um pouco.
    Vou continuar por um ano com o uso deste medicamento e acompanhar o aparecimento destes efeitos citados aqui. Obrigado a todos

  9. Prezado Dr. Amaral

    Tomei finasterida por 6 anos sem parar. Quando fiz 30 anos notei perda da libido e disfuncoes ereteis q nunca haviam acontecido. Hoje estou a 1 ano sem a droga. As vezes tenho erecoes de madrugada, e quase nunca matinais. Tenho desejos sexuais, mas o penis nao corresponde adequadamente. Sou saudavel, malho todos os dias, nao fumo, nao sou diabetico, e comecei a notar um acumulo de gordura na cintura, coisa que nunca tive. Agora tenho 33 anos. Meu urologista nao quis fazer exame para DHT entre outros que o sr. recomenda. Os resultados foram os seguintes:

    t4 LIVRE – 1,24 ng/dl
    t3 – 101 ng/dl
    LH – 4,80 miu/ml
    FSH 3,80 miu/ml
    testosterona total – 538,6 ng/dl
    test biodisponivel – 296,4 ng/dl
    estradiol 35,3 pg/ml
    prolactina 7,7 ng/ml

    Caso os niveis de DHT estejam baixos, como consigo reduzir o estradiol para niveis minimos de modo a reequilibrar meu perfil hormonal e voltar a ter erecoes normais ?

    grato

  10. Olá Dr. Roberto,

    Venho tendo queda acentuada de cabelo há 3 meses, exames todos normais, acredito que seja por stress, o dermato me passou um shampoo, um espumil de minoxidil e latanoprosta (que não tenho condições de fazer pelo valor dos orçamentos, um absurdo de caro) e uma fórmula oral com biotina, zinco quelado, silicio quelado e finasterida 2,5mg. O Dr. acha que a fenasterida pode afetar a libido feminina? Existe algum outro efeito colateral preocupante? Li que a maior preocupação é no caso de mulheres grávidas, no meu caso tomo anticoncepcional regularmente e não pretendo ter filhos tão cedo.

    Obrigada

    1. Jennifer, eu tomo há 2 anos, não sinto nada, meu cabelo parou de cair e sempre cabelo novo. Aplico minoxidil diariamente. Tenho 35 anos. Mas é bom acompanhar com a dermatologista e o ginecologista, principalmente pra vc que toma junto com o anticoncepcional pra verificar com está o fígado.

  11. Tenho 27 anos e uso finasterida há 08 anos (sempre comprado em farmácia de manipulação). Tinha desencanado completamente de pesquisar sobre novos estudos sobre a finasterida, pois não percebi nenhum efeito colateral quando comecei a utilizá-lo. Oito anos depois, ao ler esses novos estudos e depoimentos, devo admitir que fiquei extremamente assustado e já estou marcando consultas para realizar exames.

    O fato é que tenho notado de uns tempos pra cá certo desânimo e vontade nenhuma de fazer coisas que adorava anteriormente, como assistir a um filme, exemplo. Não sabia que o DHT atuava também no cérebro! Será que a finasterida tem causado isso? Difícil afirmar, mas é uma hipótese, certo?

    Na esfera sexual, quando comecei a utilizar não senti diferença. Tive um ou dois problemas em manter a ereção quando tinha 21 anos (sempre atribuí isso à ansiedade) no começo do meu relacionamento com a minha ex namorada. Depois disso, tive algumas outras parceiras, sempre fui ansioso e nas primeiras vezes com elas sempre tive uma dificuldade em “ligar” o garoto. Depois de algum tempo, com a confiança em alta, aparentemente a coisa normalizava. Mas este ano, tive duas parceiras, sendo que com uma (apenas 01 relação sexual), funcionou perfeitamente. Com a segunda, em que tive algumas relações, em TODAS as vezes tive problemas em ter e manter a ereção. Atribuí isso novamente à ansiedade (aconteceu na primeira vez pq fiquei pensando q nao podia falhar, e nas outras vezes fiquei encucado de acontecer de novo, e obvio que aconteceu). Com relação ao dia a dia, me masturbo quase todos os dias, mas não tenho ereção matinal.

    Depois de ler esses novos relatos, comecei a pensar que a finasterida tem relação com essas minhas falhas. Será? Estou preocupado!

    Mas minha maior dúvida é?

    1 – Paro o tratamento e corro o risco de aparecerem os efeitos colaterais descritos por mtos usuários que sofrem da Sindrome pós finasterida?

    2 – Continuo o tratamento, uma vez que não tenho como comprovar que minhas falhas são por causa da finasterida, e pq de modo geral não sinto os colaterais que alguns dizem ter?

    Obrigado!

  12. Ha 2 meses e meio ao cortar o cabelo a cabeleireira percebeu um pequeno ponto arredondado na parte de trás da minha cabeça, uns 6 centímetros acima da nuca, sem cabelo. Estou preocupado pois hoje descobri mais dois pequenos pontos enquanto o primeiro aumentou muito e esta enorme. Pesquisando descobri que pode ser alopecia. Dr. se for isso, essa doença tem cura?

  13. Olá, tomei finasterida 1mg uns dois meses e parei. Agora depois de uns três meses que parei estou sentindo falta de desejo por sexo e dificuldade de ereção. Tenho 35 anos. Pode ter sido da finasterida?

  14. Olá, tomei a finasterida por 1 semana e já foi capaz de resultar em dores nos testículos e queda na libido. Parei pelo fato de ter me informado sobre os efeitos colaterais. Queria saber se vc acha que eu posso voltar ao normal ou se ainda a sindrome pós-finasterida pode tomar espaço ?

      1. O óleo de coco, já que impede que queda de cabelo pelo mesmo princípio da finasterida, pode provocar os mesmo efeitos nocivos da droga?

  15. Oi Dr.
    Sou mulher e tenho 24 anos.
    Fui ao dermatologista porque meu cabelo esta caindo demais e ele me indicou finasterida 5 mg por 3 meses, depois que comprei que fui ler na internet. Estou pensando em engravidar no final do ano que vem. O que o sr me aconselha? Continuo tonando? A queda de cabelo me deixa muito triste.

  16. Olá Dr. Roberto tenho 32 anos e tomo finasterida há 13 anos (assiduamente nos últimos cinco anos) e senti uma leve diminuição da libido porém nao sofro de disfunção erétil. Meus níveis te testosterona estão sempre normas, e nem cabelo estabilizou a queda mas não voltou a crescer quase nada. Estou há dois anos malhando e tenho percebido dificuldade no ganho muscular, apesar de ter conseguido satisfatoriamente perda de gordura. Tenho 1,80 e 85kg e aumentei consideravelmente minha massa magra. Porém percebo grande dificuldade em membris superiores. Será efeito colateral da finasterida?? Devo parar a medicação? Certa vez dermatologista me disse q deveria usar até os 40 anos. Pocede? Agradeço a atenção.

    1. Talvez pq ela ache que ficar calvo depois dos 40 anos tem menos problema do que antes. Que eu saiba finasterida deve ser usada ad eternum se quer segurar o cabelo mas com certeza quanto maior tempo de uso maior a chance de colaterais. Pode ser que ” bater” numa testosterona/ DHT aos 20 anos seja uma coisa, aos 40, quando ela já está mais baixa seja outra, seria mais ou menos como bater em bêbado.

  17. Boa noite,

    Tomo a Finasterida á 4 anos e já um bom tempo venho enfrentando problemas relacionados a falta de ereção e perda significativa da libído.
    Quero parar, apos ler inúmeros relatos de muitos que enfrentam o mesmo problema que eu, tomei essa decisão.
    Mas não sei como fazer, penso que interromper o tratamento bruscamente, pode aumentar os danos que por si só já são irreversíveis. Portanto minha pergunta é , poderia ser “menos pior” interromper o uso desse medicamento de forma gradativa.
    No tratamento normal toma-se 1 comprimido todos dias, já num estágio de interrupção, como devo fazer essa diminuição gradativa do tratamento ?

    1. Seu quadro sugere sugere supressão importante de DHT, suspenda antes de ontem se puder, não existe desamame nesse caso. Se puder faça um perfil hormonal com seu médico com dosagem de testosterona total / livre, estradiol e dht no mínimo

  18. Boa noite Dr. Roberto.
    Tomo Finasterida 1mg a mais ou menos 2 anos e meio. Nunca tive colaterais, mas lendo os relatos pela net decidi parar. Peguei algumas dicas pela internet, e o dizem que o ideal é fazer um “desmame” com 30 comprimidos sendo: 4 compridos dia sim dia não, 4 comprimidos a cada 3 dias, 4 comprimidos a cada 4 dias, 4 a cada 5 dias, 4 a cada 7 dias, 8 a cada 10 dias e os últimos 2 a acada 15 dias. É realmente melhor fazer dessa maneira ou devo parar de uma vez ?

  19. Olá Dr. Roberto!

    Uso um anticoncepcional que bloqueou bem os efeitos do DHT. Estou usando há 3 meses e quanto tempo devo usar? Será que ser usar por um ano posso parar depois? Pois não queria usar por muitos anos direito.
    Obrigada!

    1. Katia qual anticoncepcional voce esta usando que bloqueou a dht?
      obrigada agradeço pela dica pois estou desesperada e ja tentei varios minha gineco ja troucou por 6 vezes e nao encontramos um que de certo

  20. Caro De. Roberto,

    Com 33 anos, tomando finasterida desde os 22 nunca senti efeitos colaterais com o tratamento e sempre fui informado de que eram raros e, parariam, caso os tivesse, com a interrupção do tratamento.
    Enfim, após um período de férias no qual fiquei sem o remédio comecei a sentir os sintomas mencionados. Insisiti diante disso em ficar sem a finasterida e após 1,5 mês tenho sentindo, principalmente, os sintomas de falta de libido, acúmulo de gordura na barriga (nunca tive isso e não mudei minha rotina alimentar e exercícios), atrofiamento do pênis quando não ereto.
    Enfim, gostaria de uma orientação quanto aos próximos passos. O que poderia fazer uma vez parando o tratamento? Quais os médicos e exames recomendados?
    Obrigado por criar esse espaço para discussão.

  21. Tenho 58 anos , já passei da menopausa e estou com muito, mas muito pouco cabelo principalmente na frente e no alto da cabeça, estou quase careca, já fiz diversos tratamentos , usei Pantogar durante 2 anos e não vi resultado nenhum, queria saber sobre a finasterida ou latanoprosta , se posso usar , se tem contra indicação por eu ser mulher e qual do dois me indicaria…por favor me ajude, ando até deprimida por causa deste problema.

  22. Tenho 17 anos e apresento rarefaçao no cabelo e aumento das entradas. Não tenho muita barba e poucos pelos no corpo. Seria muito arriscado tomar finasterida 1mg diariamente? Isso atrapalharia muito o meu desenvolvimento? Com a finasterida os pelos iriam parar de se desenvolver ? Grato

  23. Doutor, tomo há aproximadamente dois anos e meio o medicamento, e com tudo que andei lendo nos últimos dias, estou bem confuso. Alguns sites colocam um certo terrorismo, há a presença de relatos de que os efeitos foram irreversíveis, tanto na perda de libido quanto disfunção erétil por si só.
    Nunca apresentei nenhum efeito colateral, mas temo que o uso continuado me traga problemas, ainda mais pelo fato de não existirem pesquisas suficientemente satisfatórias, parece que não há uma certeza clara para o assunto nem para a medicina.
    A minha dúvida, neste caso, é se devo fazer acompanhamento hormonal periodicamente, e assim terei certeza de que não terei problemas (pelo menos não terei problemas dos quais não possa resolver a curto prazo), ou parar de vez, visto que até o acompanhamento hormonal pode ser como dar um tiro no escuro.
    Obrigado!

  24. Olá,

    Tomei esta droga aos 26 anos e parei ao sentir os efeitos colaterias . Infelizmente hoje , aos 42 anos e depois de inúmeras consultas médicas , ainda sinto os efeitos colaterais . Esta droga foi devastadora na minha vida .
    O que mais me impressiona é a ganância dos laboratórios pois esta droga é um absurdo.

    O senhor conhece alguém no Rio que possa me acompanhar ( já que a cura parece impossível ).

    Muito obrigado.

      1. Obrigado pela informação, por coincidência tenho um familiar fazendo tratamento com o Dr. Rafael . Irei procurá-lo . Se obtiver algum resultado positivo postarei neste espaço.

      2. Dr. Roberto, bom dia.
        Pegando carona na pergunta do colega, qual a especialidade do Dr, Gustavo de Medeiros, estou encontrando vários no RJ.
        Obrigado.

  25. Boa tarde. Dr. Roberto, tomo o finasterida há anos. Tantos que nem lembro! Realmente minha queda diminuiu drasticamente. Hoje não tenho sintomas como perda de libido mas, agora, aos 39, eu e minha esposa queremos ter um filho e sei que o finasterida pode ser prejudicial. Gostaria de saber: quanto tempo antes de tentar a gravidez preciso parar com o medicamento para evitar qualquer problema? Não consigo uma resposta precisa. Obrigado

  26. Tenho 22 anos comecei a tomar faz um mês o finalope. Mas estou assustado com os depoimentos. Oq acha, está em tempo de para? Oq acha c eu começar a tomar imecap hair?

  27. Boa tarde Doutor. Eu uso finasterida a 7 anos sem acompanhamento nenhum porém nunca tive problem as até o momento. Só q agora minha Mulher esta tentando engravidar.Queria saber se a finasterida pode prejudicar o bebe? E se devo parar? Obrigado!

  28. Parei de usar a finasterida só por medo do que falam mesmo, pois usei por 5 anos até essa semana, comprei óleo de côco e vou abrir a cápsula do meu finasterida e misturar pra vê o que qui dá.

  29. Boa noite. Tomo finasterida há 15 anos, a libido realmente diminui, o espema também, e por vezes a qualidade da ereção..depende muito do dia, as vezes ta legal, mas tem vezes que a gente sente. No meu caso, como tinhá muita libido até que é bom, não fico só pensando em sexo, …mas quando estimulado o desejo vem e tudo fica normal. Nunca falhei. Mas vou fazer exames para ver os meus hormônios, pois nunca fiz. Onde posso encontrar um bom em porto alegre? Tenho 38 anos, e minha queda estagnou desde que comecei a tomar ….

  30. Boa noite Roberto,

    Minha dermatologista me receitou tomar finasterida 1mg + Minoxidil 5% por um ano para tratar alopecia, faz pouco mais de 10 dias que estou tomando ainda não percebi nenhum efeito colateral, mas devido tantos comentários e relatos de efeitos colaterais graves e até irreversíveis confesso que estou com receio de continuar o tratamento, até pq não foi solicitado nenhum exame de níveis hormonais. O que o Sr.me aconselha? Devo já interromper, continuo por mais algum tempo? E se existe algum outro medicamento mais seguro, com menos efeitos colaterais, que possa substituir a Finasterida. Desde já agradeço.

  31. Doutor,

    Eu e meu marido estamos pensando em ter nosso primeiro filho e ele toma finasterida há pelo menos 5 anos, existe algum problema ele continuar tomando?

  32. Boa tarde!
    Fiz uso de anabolizantes por mais de 3 anos, vários ciclos seguidos, pois participava de competições. E agora que tive como principal efeito colateral muita queda de cabelo, eles ficaram finos, quebradiços e opacos. E meu cabelo era lindo, comprido, fios fortes e bastante volume. Marquei uma dermatologista na minha cidade, mas a consulta só será em Janeiro, devido a agenda estar bem cheia. Enfim, gostaria de saber se meus cabelos voltarão ao normal?! 🙁 Pois já parei com o uso e não pretendo nunca mais fazer uso de anabolizantes, muito me arrependo.
    Obrigada!

  33. Tomei finasterida durante 3 meses após suspender o uso em março de 2014 por perceber todos efeitos durante o segundo mês como dores testiculares, diminuição da libído, disfunção erétil e diminuição do volume ejaculado mais ficou mais concentrado, atualmente em novembro de 2015 a mais de um e nada dos efeitos desaperecerem, teve sim uma melhora após consultar com um urologista que me receitou o Ciallis Diário 5 mg, com ele estou conseguindo ter uma vida sexual ativa normal, mais no começo dos efeitos colaterais pensem em me suicidar em vários momentos por ser uma situação muito difícil, mais tenho a esperança de ainda ficar independente dessa droga o Ciallis, sou de Volta Redonda tenho 21 anos, sabe me informa a quem procurar nessa região Dr?, desde já agradeço pelo blog e pela dedicação em nos ouvir.

  34. Doutor…. Desculpe o linguajar… mas estou FU… não sei se tem relação com isso. Hoje tenho 36 anos, não entendo nada disso. Sei que fui a uma dermatologista há uns 10 anos atrás e ela me receitou a finasterida de 1 mg e desde então comecei a tomar. Enfim, nunca tive problema de libido. Assim, não tenho mais ereções matinais, nem porução noturna. Mas, achava que era por causa da idade. O pior não é isso comecei a ficar deprimido e ancioso então fui diagnosticado com transtorno de personalidade bipolar por psiquiatras, mas nunca falaram da finasterida. Entrei então nos psicotropicos para tratar o transtorno… Hoje tenho pensamentos suicidas, pecimismo, choro repentino, desatenção, insonia, desontrole emocional, hipocondria, ginecomastia, por tudo isso perdi meu emprego e um monte de merdas aconteceram em cascata. Minha esposa fica falando… pare com a finasterida, você já procurou se informar sobre isso…não pelo meu desempenho sexual, por que sexo é a unica coisa que funciona bem, mas pelo quadro citado. Hoje depois de 10 anos vim parar aqui.
    Doutor o que houve comigo? Que exames devo fazer? Como agir? Cada médico hoje em dia trabalha com um multi-diagnóstico que qualquer um fica em dúvida de saber o que realmente desencadeia algo no organismo. É sempre o pode ser isso, mas também pode ser aquilo, mas não podemos eliminar aquilo outro. Comece por me orientar como devo proceder para saber como anda este tal eixo que todos falam. Porque já pedi isso a uma endocrino e ea disse que está normal.
    Eis os resultados do que ela pediu segundo minhas queixas.

    T4 LIVRE
    RESULTADO 1.43 ng/dl
    PROLACTINA
    Resultado 13,60 ng/mL
    NSULINA
    RESULTADO 19,1 mcU/mL
    TESTOSTERONA TOTAL
    Resultado 390,0 ng/dL
    SHBG-GLOBULINA TRANSPORTADORA DE HORMONIOS SEXUAIS
    Resultado 26,6 nmol/L
    GLICOSE
    Resultado 77.0 mg/dl
    COLESTEROL TOTAL
    Resultado 163 mg/dL
    COLESTEROL – H.D.L.
    Resultado 36.4 mg/dl
    TRIGLICERIDES
    Resultado 129 mg/dL
    TRANSAMINASE OXALACETICA
    Resultado 27 U/L
    TRANSAMINASE PIRUVICA
    Resultado 37 U/L
    CREATININA
    Resultado 1.19 mg/dl

    Me ajude a interpretar isso. Pois,acabei saindo do endocrino com uma prescrição de Biomag 10 mg.
    Moro em cidade pequena e tudo aqui é difícil se precisar de algo mais elaborado preciso ir no centro.

    Aguardo.

    1. Não posso avaliar exames por aqui mas outros precisariam ser feitos. Aconselho que procure um médico que faça modulação hormonal pq a maioria dos endocrinos parece que esqueceeu que homens produzem hormonios femininos e a finasterida, assim como a obesidade, aumentam essa produção. Ginecomastia pode ser um sinal disso

  35. Entendo Dr. até porque pela ética da profissão é inviável uma análise sem uma variável de fatores endogenos e exógenos. Como por exemplo um histórico clinico e de rotinas de vida. Enfim. Eu tenho uma personal treiner. Ela já me confessou que faz uso de substancias hormonais para participar destes campeonatos de músculos. Ela disse que faz acompanhamento de modulação para minimizar os danos. Bem, opção dela. Eu só escuto ela falar. Mas, ela disse que o medico dela acompanha varios destes que optam por estes artifícios ergogemicos. Pensei em consultar com ele só para ele tecer uma anamnese. E me dizer o que ocorre de fato no meu eixo. Só que entrei no CRM e vi que ele é ortopedista por registro. Com curso de extensão em modulacão. Aí foi que me perguntei: Será mesmo que ele pode fazer estes acompanhamentos? A consulta é 200 reais. Os exames meu plano cobre. Porque procurar endocrino com entendimento em modulações pelo plano é difícil. As secretarias dizem que eles fazem. Quando chego lá eles logo me olham com uma cara de: esse aí quer que eu prescreva bomba. E eu na realidade só quero saber como estou. Fica difícil. Dois endócrinos nem ao menos notaram que a prolactina elevada está indicando algo. Pedem só a testosterona total e não pedem a livre. Até eu que sou leigo vejo que existe indicativos de que precisam de mais exames. Mas, quer médico bom? Pague por isso. Por que de fato 70,00 reais uma consulta. Nem o Papa vai te dar a devida atenção. Enfim… Retratos do Brasil. E eu como tantos aí viramos estatística. Vou estudar mais o assunto para saber como me portar na consulta. Acho que se o médico ver que sei sobre o que estou falando e demonstrar algum conhecimento talvez seja o caminho. Obrigado novamente Dr. Roberto.

  36. Boa tarde Dr. Primeiram ente, parabéns pelo site.

    Uso finasterida há 01 ano e há 02 ou 03 semanas percebi diferença no meu desempenho sexual. Ausência de ereção matinal, falta de libido e dificuldade para manter a ereção.

    Estou na região de São José do Rio Preto e Araçatuba, conhece alguém para me indicar?

    Obrigado.

      1. Dr, obrigado.

        Seu trabalho é que é importante para as pessoas.

        Apenas como Dr. Cacciari não encontrei em SJRP, poderia me fornecer o nome completo?

        Obrigado.

  37. Dr, obrigado.

    Seu trabalho é que é importante para as pessoas.

    Apenas como Dr. Cacciari não encontrei em SJRP, poderia me fornecer o nome completo?

    Obrigado.

  38. Bom dia, Dr. Desculpe incomodá-lo novamente, mas solicito, encarecidamente, que me passe o nome deste Dr. Cacciari de Rio Preto. Não o encontro por aqui.

    Obrigado.

    Feliz natal e próspero ano novo!

    1. Existem efeitos durante e pós finasterida, cuidado. Tenho 25 anos e tomo a finasterida. Tenho perca libido e sinto cançaso. não consigo tomar o finasterida mais de 2 meses seguidos, me sinto mal, mas uns 15 dias após o rompimento da fina. Volta ao normal o libido.. Meu conselho não tomem finasterida, usem loções, tratamento a laser, vitaminas, shampos, boa alimentação..mas fujam de finasterida, diminuição de libido, cançaso não é nada em comparação com outros riscos que ela pode causar. Estou parando de tomar, vou para aos poucos, pra não ter uma queda de uma vez.. Minha opinião guardem dinheiro e façam um transplante capilar será infinitamente melhor… Ou a micropigmenção a nova técnica usada hoje…

  39. Bom dia Dr
    Fiz uso de Fina 1 mg por cerca de 10 anos e ha 1 ano comecei ter problemas de disfuncao eretil. Interrompi o uso ha cerca de 6 meses e ainda possuo esses sintomas. Consultei um Uro mas ele nao solicitou todos os exames a fim de acompanhar a situacao hormonal. na epoca da consulta eu nao tinha informacao da Sindrome Pos Finasterida e o medico disse que os problemas eram de ordem psicologica. Acredito que nao seria esse caso pois tenho parceira fixa e nunca tive problemas desse tipo anteriores. Tambem notei que no exame de testo livre apresentou-se valores baixos assim como LH mas na epoca o medico nao questionou esses valores. Gostaria de saber qual a opniao do Sr a respeito desse caso. Nivel de Testo Livre 34,911 % e LH 1,440 mUI/mL ( segundo a tabela de referencia ao lado esses valores estao abaixo do minimo) Obrigado

  40. Estou tomando Finasterida há 2 meses e meio, apenas agora senti uma certa diminuição da libido. Li em alguns sites a orientação em tomar em dias alternados (dia sim, dia não) para que o organismo se adapte ao remédio e o corpo sinta menos o efeito. O que acha?

  41. Bom dia Dr. Parabéns pela disposição e pelo trabalho.

    Estou um pouco longe de onde o Dr. Atende, por isso poderia me indicar algum médico em Catanduva-SP ou na região?

    Assim como muitos meus problemas começaram depois do uso da finasterida. Parei de usa-lá há aproximadamente 1 mês e meio, porém não tenho sentido diferença alguma.

    Se puder me ajudar ficarei grato.

    Obrigado.

  42. Estava fazendo o desmame ,já tomo o remédio a 9 anos , tive umas crises de taquicardia que me elevaram minha pressão arterial , mas o cardiologista me passou vários exames que deram normais e no MAPA deu alterações que nunca havia tido , isso pode ser parte da síndrome?

  43. Tomo finasteria por aproximadamente 2 meses e meio e noto que a libido diminiui bem, e olha que eu era praticamente viciado em sexo, e não sei se é da minha cabeça mas parece que ocorreu uma pequena diminuição do pênis e consequentemente a ereção final. O que fazer nesse casos?

  44. Boa tarde eu usei a fina durante 16 anos,a droga cumpriu o que propõe,manter o cabelo,parei de tomar em junho e após 6 meses fiz um exame de sangue com os resultados seguintes
    Testosterona total 450,v. Ref 175 a 781 ng/dl
    Testosterona Livre 9,10 e v. Ref 2,62 a 16,7 ng/dl
    Prolactina 7,80 e v. Ref 2,64 a 13,13 ng/dl
    Estradiol 22,0 pg/ml e v. Ref <75 pg/ml
    Dehidrotestosterona 228 v. Ref 250 a 990 ng/dl
    Estou usando apenas o minoxidil a 5% e estou mantendo os fios mas talvez seja porque a dht está abaixo do nível mínimo,mas sinceramente não sinto nada,a não ser dificuldade em ter o 2° orgasmo durante a relação sexual mas tenho orgasmo todo dia se for a situação e notei que durante a minha interrupção gradual da fina,meus níveis da testosterona foram aumentando,pois fui interrompendo gradualmente,desde 2013,subiu de 282,309 aos atuais números.Gostaria de saber sua opinião
    Grato desde já

  45. Boa Noite , fiz uso da finasterida por 5 anos , durante esse tempo minha libido diminuiu bastante e tive dificuldades em manter uma ereção , mas as vezes conseguia as vezes não , depois que parei de tomar à alguns meses, ficou pior não consigo manter uma ereção , só com remédio que consigo, é possível reverter esse quadro? tenho chances reais de voltar ao normal? se sim como seria o tratamento? desde já obrigado.

  46. Dr.Roberto Amaral, tenho 65 anos e com histórico de HPB na família, fiz o exame de biópsia da próstata aos 62 anos e não acusou câncer, utilizei o medicamento Avodart/dustaterida po 6 meses, que reduziu o PSA de 5,5 para 2,5, só que a libido foi para o espaço, passaram-se 3 anos e o meu PSA está em 7,90ng/ml, a recomendação é para eu usar finasterida 5 mg e tansulosina 0,4 durante 60 dias. Pergunto ao Sr. se este caminho é o mais adequado, ou se existe algum outro tratamento que diminua a próstata e me devolva a libido ou se pode vigiar e acompanhar o PSA até 10,0 ng/ml.Agradeço desde já pela atenção e capacidade profissional que o Sr. exerce. Um ótimo 2016.

    1. Psa alto não significa que terá cancer. Recomendo que avalie seu níveis de testosterona e estradiol com seu médico e se possível usá-los em conjunto com o tratamento que vem fazendo. Tenho alguns pacientes fazendo isso com bons resultados

  47. Muito interessante a matéria. Tomo finasterida 1 mg há 18 anos receitado por uma dermatologista, mas nos últimos 3 anos tenho diminuído a dosagem, passando de 1 comprimido diário para 2 a 3 comprimidos por semana. Passei a não tomar mais o medicamento nas últimas semanas. A causa da diminuição/interrupção medicamentosa é, além da queda de libido que se agravou nos últimos anos, passei a sentir fortes dores no testículo, ainda que de maneira esporádica. Além disso, o sêmem sai, ainda que raramente, “ardido” em algumas ocasiões na relação sexual. Fui até um urologista, fiz os exames, e os meus hormônios estão ok, mas os problemas permanecem. É aguardar e fazer acompanhamentos….

  48. Dr. Amaral.
    Tomo finasterida há anos. Tenho 50 anos.
    Para fazer a avaliação hormonal devo procurar em urologista ou um endocrinologista?
    Estou em SP capital.
    Grato

  49. Bom dia Doutor,

    Tomei finasterida por quase 10 anos, dos 23 aos 33 anos. Parei por 3 anos para ter filhos, e voltei a tomar nos últimos 13 meses. Após ler varios sites, suas explicações e os relatos do site, penso em parar. Porém gostaria de fazer exames hormonais e seguir acompanhando os próximos anos. O Sr. tem alguém médico para indicar na região de Belo Horizonte?

  50. Bom dia Doutor.
    Tenho 35 anos e tomo finasterida desde os 26. Nunca vivenciei os problemas relatados na bula. Vida normal. Só tenho tido de uns anos pra cá problemas com memorização, mas minha vida é muito estressante e trabalho muito. Acho que pode ser isso.
    Agora nas últimas semanas eu tenho sentido algo novo. Dores nos testículos e bem…posso estar ficando louco, mas a impressão é que meu pênis (na condição não excitada) diminuiu bastante. Ele encolheu como ocorre em situações em que estamos com frio. A parte disso, ereção e libido estão normais.
    Andei dando uma olhada no que se fala na internet sobre os efeitos da finasterida e fiquei apavorado. Histórias muito trágicas. Será que estou começando a desenvolver o problema? Pior, tenho medo de parar porque li que em muitos casos o problema se agrava após o fim do tratamento.
    Gostaria da sua opinião a respeito e se possível a indicação de alguém especializado aqui em Brasília para que eu possa fazer uma consulta.
    Obrigado.

  51. Bom dia!

    Tenho 26 anos e fui diagnosticada com ovários policísticos e hidradenite supurativa , tenho muitas acnes algumas infecções devido a hidradetinite nos seios, axilas e virilha e alguns pelos no rosto mas nada exagerado, fui a dermatologista que me receitou finasterida… Não tenho queda de cabelo, estou com medo de tomar esse remédio e desenvolver mais pelos e não entendi o porque dela ter pedido, vi relatos de aumento de seios e diga-se de passagem eu tenho além do necessario… Estou morrendo de medo, no consultorio dela eu questionei se cresceriam mais pelos do que o normal e ela disse que não, mas não é o que vejo nos comentarios sobre isso, teve ate uma mulher que disse que cresceu pelos nas mãos… Me ajude!

    1. Finasterida pela logica diminui pelos , não az sentindo algum este relato de aumentar pelos , pelo contrário. Sua médica está supondo que está com testosterona alta e vai tentar ataca – la. Faz sentido mas não é essa a única causa de acne. Má alimentação , farinha, açúcar e insulina demais ao longo do dia são a causa do problema pois a insulina aumenta a testosterona livre em mulheres. Além de tomar o remédio, o básico é “limpar” a dieta

  52. Olá Dr. Roberto,

    Meu nome é Emerson, tenho 25 anos e tomo finasterida desde dos meus 17 anos, durante esse período tenho sofrido muito com depressão, recentemente tenho visto relatos de outras pessoas com o mesmo problema que o meu e que foram usuários de finasterida e com base nisso resolvi parar de usar a deoga. Pergunto, se minha depressão for realmente causada pela finasterida após suspender o uso eu voltarei ao normal?

    1. é incerto amigo mas eu procuraria um médico que faça modulação hormonal para checar seus níveis hormonais e otimizar testo se necessário.Finasterida tambem aumenta estradiol, hormonio feminino, o que não é nada bom para um homem!

  53. Dr Roberto,

    Sou mulher e usei finasterida de 2,5 por dois anos. Decidi suspender e de lá para cá estou tendo dores musculares fortíssimas que nada resolve. Sinto-me fatigada e muita ansiedade. Será SPF? Como acontece na mulher?
    Indique-me por favor, algum médico em Salvador/Ba para acompanhar-me.

  54. Olá.
    Faço química no cabelo.
    Há anos uso guanidina e os cabelos caiam um pouco a mais que o normal. De uns meses pra cá, a queda aumento u. O dermato solicitou exames , os quais deram normais. Receitou a vitamina Tacita e Finasterida. Tenho receio dos efeitos. Na bula diz perda da libido no homem . Ocorre o mesmo com mulher? Grata

  55. Dr. Roberto, boa tarde … gostaria que me tirasse uma dúvida caso possa … tenho alopecia androgênica feminina … pessoas com essa doença podem usar cremes alisantes em seus cabelos ?? Meu cabelo é fino e volumoso, desde 2011 não uso mais processo algum, pois tive um efluvio relógio fortíssimo em 2012 que levaram sem exagero quase metade dos meus cabelos … acredito que ali foi o início desta maldita doença, pois meu cabelo mudou e enfraqueceu depois daquele “furacão capilar” … estou com o cabelo na cintura e totalmente sem química … porém, sofro muito … porque meu cabelo é totalmente armado … o volume dele desde a queda nunca mais foi o mesmo … usava tioglicolato de amônia … não me sinto mais bonita com meus cabelos ao natural e sofro bastante com isso, são totalmente rebeldes e nada funciona para tentar “do má – los” … a pergunta é a seguinte … se voltar a usar alisante, pode ser prejudicial ?? Pode piorar a calvície devido ao uso destas químicas ?? Agradeço a resposta desde já … grande abraço, o senhor nos ajuda muito esclarecendo dúvidas a seus leitores …

    1. Sem dúvida é um risco que se corre usar produtos químicos num cabelo já enfraquecido!Certeza não tem como ter, procure um dermatologista para te acompanhar mas também procure melhorar hábito de vida. Tem um post sobre queda de cabelo aqui no blog

  56. olá dr.,
    já usei finasterida e não gostei do resultado,motivos pra quem ta começando ou pensa em começar:
    1- tem que tomar o resto da vida todos os dias,
    2- quando você para seu cabelo cai dobrado.
    3- meu desempenho atlético diminuiu(força, explosão),

    Perguntas:
    1- gostaria de saber se tem algum tratamento que o sr indica se apenas o minoxidil ou melhor deixar cair logo tudo e fazer um transplante ou implante?

    2-sabe se tem algum estudo clinico sobre como pode influenciar no espermatozoide em caso de reprodução se o filho pode nascer com alguma deficiência ou anomalia devido a o dht no seu corpo estar praticamente bloqueado?

    3- em caso de disfunção erétil eu estou demorando praticamente 1:30 pra chegar ao resultado depois da droga e geralmente nunca fica bom o tempo todo, as vezes no meio da aquela queda e depois se continuar volta, o que devo tomar?

    espero que ajude muitas pessoas as perguntas

    por favor entrarei aqui para esperar a resposta.
    Ps. tenho 31 anos queria saber também com quem falo para começar um tratamento com testosterona.

    1. Ola
      1- Partiria para transplante
      2- Em homens a diminuição da DHT não terá qq influencia sobre o feto. O risco é em mulheres
      3- Teria que fazer um chek-up hormonal com algum bom médico que faça modulação hormonal

      abraços

  57. Fui diagnosticada com alopecia androgenética vou iniciar o uso de finasterida ponto garantir minoxidil e nourkrin gostaria de saber se com o tratamento consigo segurar o cabelo que tenho é se consigo melhorar o quadro não está avançada mais me incomoda . Sou de Uberaba conhece alguém p me acompanhar nessa região Uberaba uberlandia . Obrigada

  58. Olá Dr. Roberto
    Tomei finasterida por mais de 10 anos,parei,voltei a tomar em períodos intervalares,mas nunca a dermatologista solicitou exames de acompanhamento.Que médico o senhor poderia me indicar aqui em Belém-Pará????
    Agradeço desde já.

  59. Pessoal, estou as 6 meses tomando 60 cápsulas com Saw Palmeto e Biotina, mais 60 de ômega 3, um complexo vitamínico de A a Z com 60 cápsulas, levedo de cerveja (três por dia) e 60 comprimidos de queratina. Tudo isso fabricado por uma farmácia de manipulação.

    Estava completamente careca e meu cabelo voltou a crescer, minha auto-estima aumentou, as pessoas estão perguntando se fiz implante e o mais importante de tudo, minha libido e outros fatores, não houve alteração em nada, apenas notei que minha barba que crescia rapidamente, agora cresce mais devagar.

    Estou mais feliz e no chekup anual notei que o Colesterol LDL ruim baixou, acho que em função do ômega 3.

    Acredito que valeu o esforço e faria tudo de novo.

    Se alguém disser para vocês ou algum médico que um careca não pode voltar a ter cabelo, é pura mentira, pode sim, porque comigo foi assim.

    Espero realmente ter ajudado alguém!!!

  60. Olá,

    Tomo finasterida há 8 anos. Há uns 2 anos notei que as ereções não são mais como antigamente, estou tendo dificuldades, o volume ejaculado diminuiu, não tenho ereções matinais tampouco polução noturna e libido está bem baixa.

    Fiz exame há 1 ano e meio e o nível de testosterona estava normal. Faz 4 meses que interrompi o uso, mas continuo com os sintomas. Quanto ao espermograma os ovais estão em 20% e o valor de referencia é acima de 30% e o aspecto constou amarelado.

    Atualmente utilizo o avicis, minoxidil e o latanoprosta, todos topicamente.

    Como devo proceder? Os efeitos colaterais do finasterida são irreversíveis?

    Grato

    1. Converse com seu médico mas acho que deve suspender o finasterida. Melhor calvo do que com os sintomas relatados, pelo menos penso assim. Quanto a reversão dos sintomas, a maioria relata melhora depois de suspender.

  61. Boa Tarde Dr.
    O que você pensa sobre a Finasterida para mulheres?
    Tenho apenas 22 anos, nunca tive problemas com meu cabelo, pelo contrário. Sempre foi muito volumoso e com crescimento muito rápido.
    Faz três meses que estou sofrendo com uma queda absurda. Isso tem me deixado muito aflita.
    Fiz exame de sangue de todos os hormonios, taxa de ferro .. deu tudo normal!

    Na minha família, minha mãe sempre teve muito cabelo, meu pai tem entrada, mas não é nada surreal.
    Como saber se a causa da minha queda é calvície?
    Caso seja, usar a finasterida é a solução?
    Há tantas controvérsias sobre os efeitos colaterais em mulheres que isso me apavora.
    Nunca pensei que iria sofrer tanto com esse problema.
    O que devo fazer?

    1. Dificil de responder por aqui este caso, finasterida será util se a causa for excesso de testosterona , isto pode ser verificado via exames de sangue e sinais clínicos e físicos de androgenismo. A longo prazo não vejo como bons olhos o uso de finasterida em homens e mulheres e nao ser que estejam repondo testo para balancear. Em mulheres o cuidado tem que ser redobrado caso esteja fértil ainda pois a prole pode nascer hermafrodita. Veja só a importância deste hormônio

  62. Pelo visto fiz uma má escolha em tomar finasterida, não é, Dr? Fico triste pois não queria ficar sem meus cabelos. Já tenho uma falha enorme na frente, sou praticamente careca e meu sonho será voltar a ter meus cabelos de volta. O que me diz, Dr.? Existe um tratamento alternativo a finasterida? Passei a aplicar minoxidil, só ele por si mesmo resolve?

  63. Dr. Roberto Amaral.

    Eu estou procurando algum médico que seja realmente bom na região da baixada santista, principalmente em santos. Pois, um médico que passei falou que estou com rarefação capilar, no entanto, ele salientou que isto ainda não era o processo de calvície. Já outro médico falou que era calvície de grau 1.

    Meu pai tem um certo grau de calvície.

    Enfim, o problema é que gostaria de ir em um médico realmente que me passe confiança.

    E o que senhor escreveu elucidou muito das minhas dúvidas para não tomar a finasterida de jeito nenhum.

    Bem os médicos me passaram pantogar + minoxidil estou usando. Porém, já pediram exames para passar FINASTERIDA. Como falei n pretendo usar.

    Enfim, gostaria de ressaltar a importância do tema que o senhor levantou, a maneira que o senhor abordou o tema. E além disso gostaria de pedir para que o Sr. me indique um bom médico ou em SANTOS ou no ABC ou até mesmo em São Paulo.

    Para que eu possa tratar da melhor maneira possível.

  64. Boa noite,Dr! Tomei finasterida 1mg + minoxidil 5% durante 7 meses e 17 dias com acompanhamento de uma dermatologista,fiz todos os exames de sangue que ela pediu ,antes e 6 meses depois de iniciar o tratamento e deram tudo ok,eu não bebo álcool, não fumo,malho,boa alimentação, não tenho nenhum problema de saúde,não me estresso,nunca usei anabolizante nem droga.Sempre tive muita ereção e desejo sexual mas depois de uns 4 meses de tratamento comecei a ficar com menos libido porém pensei que fosse da idade 33 anos , com 6 meses de tratamento, tive a primeira crise ( impotência, perda de sensibilidade no pênis, queimação na genitália que irradiava para as pernas e sensação de querer evacuar ) fui ao urologista e ele disse que era prostatite e passou antibiótico e anti inflamatório fortes por um mês , no dia seguinte voltei na minha dermatologista para a consulta de revisão (dos 6 meses) e assim como o urologista, ela disse que não tinha relação com a finasterida porque a dose é pequena,tomei por quase duas semanas o antibiótico sem melhoras daí fui em outro urologista e esse mandou parar de tomar o antibiótico pos não era prostatite e pediu para que eu voltasse depois de duas semanas mas não deu tempo porque três dias após a consulta tive a segunda crise ,mais intensa que na primeira com os mesmos efeitos colaterais citados a cima . Aí parei de tomar a finasterida e usar o minoxidil voltando nele uma semana depois,aí esse urologista disse que foi a finasterida que causou isso .Já fiz ultra som do abdômen e bolsa escrotal e testosterona total que deu 777,6 numa escala que vai até 827, ambos deram ok. Agora faltam chegar o resultado de 21exames hormonais.Todos os médicos e farmacêuticos que eu consultei depois disso me disseram que vou ficar bem como antes mas que tenho que esperar o organismo desentoxicar dessa droga. O senhor concorda com eles ? Eu tô fazendo tudo que posso pra me recuperar mais rápido . Obrigado pela atenção! E depois que eu tiver o resultado dos exames,eu direi como estão.Voltarei em breve.

    1. Obrigado pelo depoimento, pode ajudar muita gente! Imagino que melhore com a suspensão da droga sim mas pode ser que seu estradiol esteja alto por conta da finasterida, o que poderá ser corrigido com o acompanhamento do seu médico

  65. Prezado doutor,
    O senhor conheceria algum profissional que faz modulação hormonal em Presidente Prudente-SP? Estou desesperado!

  66. Dr. Tenho 27 anos e tomei finasterida por muito tempo, acho que por mais de 5 anos. As vezes suspendia o uso e voltava depois de um tempo, não sentia diferença no libido pois sempre tive atração por filmes porno e nunca tive problemas com as namoradas. Mas a pouco tempo apos terminar meu namoro não tenho tido vontade de ter relações sexuais, assustado resolvi suspender o uso do medicamento e foi então que percebi com diferente mulheres que eu estava com baixa sensibilidade no pênis e enorme dificuldade de mante-lo ereto. Resolvi apelar para o viagara pois era muito frustrante ter de explicar o motivo daquilo, a primeira vez q usei meio comprimido do genérico foi ótimo, não tive problemas, tudo funcionou perfeitamente, até melhor que antes. Mas da segunda vez em diante, tenho tomado um ou mais comprimidos inteiros e tenho tido um efeito minimo ou nenhum efeito, ou seja, o pênis fica entumecido e não permanece assim nem por 10 minutos ou não fica totalmente entumecido. Testei o tadalafill 10mg e teve o mesmo efeito, pouca ou nenhuma resposta, uma das vezes cheguei a ter relações sem sentir o menor prazer e por final quando percebi que estava amolecendo tive que fingir que ejaculei para não parecer estranho. Estou extremamente preocupado pois foi de uma hora pra outra, eu namorava e estava tudo ótimo, não percebia nenhuma mudança na sensibilidade, bastava encostar na namorada e ja estava entumecido, na verdade eu me segurava pois ejaculava precocemente e tinha enorme sensibilidade no pênis, então ao terminar o namoro todos estes problemas persistem por mais de 2 meses.

  67. Boa tarde Dr.Roberto,

    Tomo finasterida (Pro Hair) há mais de 10 anos e nunca tinha sentindo nenhum dos efeitos colaterais prescritos na bula, sentia somente uma pequena diminuição no libído que na verdade só percebia a diferença quando deixava de tomar o remédio por uns dias (quase nenhuma), meus exames davam até testosterona acima do normal. Agora no último mês não consegui mais encontrar no mercado o Pro Hair e passei a usar o Propecia como novo medicamento. Verifiquei que meu cabelo ficou bem muito melhor e queda de cabelo quase nenhuma porém passei a sentir diversos efeitos colaterais com a medicação : diminuição grande no libído, pouco orgasmo, diminuição de esperma, cansaço físico e senti que ganhei peso (acredito que retenção de líquido, mesmo mantendo a mesma alimentação e rotinas de esportes). Relatei esses fatos para meu dermatologista e ele falou que era coisa da minha cabeça, não sei mas estou bastante preocupado e até procurei um endocrinologista para saber como estão meus hormônios. O sr. tem alguma sugestão para o que pode estar acontecendo?! Tem algum médico que possa me indicar para fazer uma análise do meu quadro ou modulação hormonal?! Moro em fortaleza- CE.

    Obrigado!!

  68. Combinemos o seguinte: responda-me primeiro, sim? Não lhe fiz uma pergunta difícil. Basta dizer-me se conhece algum MÉDICO faça modulação hormonal em Presidente Prudente-SP. Atenciosamente.

  69. Não se incomode, DOUTOR. Se é que mereces ser chamado de tal. Já tenho a informação de que necessito. Como diz o ditado: QUEM NÃO TEM COMPETÊNCIA, QUE NÃO SE ESTABELEÇA! Apague meus comentários, se quiser. Mas, por favor: aproveite o ensejo e apague também a sua página! Passar bem, DOUTOR. Uma última coisa: leia o juramento de Hipócrates e reflita sobre ele. Umas três vezes por dia. Creio que Vossa Excelência de esqueceu dele…

  70. Não tome o finasterida eu o tomei, e em 3 dias houve impotência total sexual, minha vida acabou, acabou meus sonhos, mais confio em Deus que só ele que pode nos curar
    Deus é fiel e bom nois que somos ruim

  71. Parei de tomar o remédio tem 5 dias e ainda estou sofrendo os efeitos colaterais, tomei por 23 dias.
    Quanto tempo demora para o finasterida sair do organismo?

      1. Td bom doutor tenho 27 anos e temho algumas duvidas faz 4 anos q tomo finasterida resolvi parar essa semana mas nao quero ver meus cabelos cair! Meus hormônios devem estar tds desordenados por causa da finasterida! Eu ouvi o dr Lair Ribeiro fala q a projesterona no homem inibi a 5alfha redutase e tambem o extradiol diminuindo a calvice , a minha pergunta e a seguinte a projestona tambem nao vai diminuir o libido também igual a finasterida??? pq sei q a finasterida f az subir o extradiol diferente da progesterona q f az diminuir me explica a diferença do efeito da finasterida e da progesterona mediante o libido????

  72. Boa Tarde,
    Tenho 30 anos e aos 24 comecei a notar uma queda acentuada nos cabelos. Desde de 2012 vou a dermatologistas, e infelizmente fui tratada como alopecia Eflúvio Telógeno. Em 2014 verifiquei que nada estava dando resultado (Ineov, Pantogar, etc), fui em busca de outra dermatologista que me receitou apenas um shampoo da Vichy. Agora em 2016 já fui em 02 dermatologistas, onde fui diagnosticada com alopecia Androgenética. Uma me receitou o Avicis e o shampoo AMPLEXE ANTI QUEDA, e informou que não há solução, e o que fazer, disse ainda que as terapias não dão resultado. A outra me informou que poderia usar o Avicis, no entanto o resultado é muito lento (em média 03 anos) para estabilizar, como tenho casos de câncer de mama na família ela não quis me receitar a FINASTERIDA.
    Pergunto, de fato o uso da FINASTERIDA em mulheres pode ocasionar o câncer? Existe algum outro medicamento que iniba o DHT, e que seja similar a finasterida sem causar esse efeito colateral? Quais as terapias que podem auxiliar nesse processo? (Dermarroler, mesoterapia etc). É normal os cabelos caírem um pouco mais no tratamento inicial do Avicis, assim como ocorre com o minoxidil?

    Ficarei muito grata, se você puder me responder, pois estou realmente preocupada e triste de ver o descaso de alguns profissionais, já deveria ter iniciado o tratamento correto desde 2012.

  73. Minha ereção já melhorou, porém ainda está “meia bomba” e a libido ainda não voltou totalmente, porém já tive algumas ereções matinais.
    13 dias sem finasterida

  74. Dr. Roberto, bom dia!

    Tomei finasterida (Propecia e genéricos) por 20 anos (comecei aos 18!!!) e nunca tive quaisquer problemas relacionados a desempenho sexual.

    Não sou fumante, não bebo álccol, tenho uma alimentação saudável. Nunca fiz exames hormonais durante esses 20 anos.

    No entanto, faz 2 semanas que notei repentinamente alguns dos sintomas (insensibilidadeda do pênis, queda da libido, dificuldade de ter e manter ereção, ausência de ereção noturna) da SPF (que eu desconhecia) e estou preocupado com minha situação!!!

    Parei de tomar a finasterida imediatamente….

    Gostaria de saber se há algum especialista aqui em Salvador/BA……

    Muito abrigado!!

  75. Boa noite

    Uso o Finasterida a uns 6 anos. Nesse período havia vezes q esquecia, mas no geral, sempre tomei. Nunca tive alterações na libido ou disfunção erétil. Sempre tiver relações sexuais e nunca tive problemas, e atualmente quando vejo minha namorada aos finais de semana transamos de 3 a 5 vezes por dia. Já houve vezes sim q tive problemas de ereção, mas julgo por ter sido de já ter copulado algumas vezes no dia. Mas após ler essas novas informações estou realmente preocupado. Há um tempo atrás fiz exames e vi q a quantidade de Vit. D caiu consideravelmente. Será que devo atribuir a dificuldade de ereção em poucos casos por conta do uso da Finasterida? E o mais importante: Se eu parar de tomar a Finasterida eu corro o risco de ter a síndrome pós Finasterida???

    Obrigado

      1. Desculpe a insistência na pergunta, mas deixa eu reformula-la. É possivel, mesmo nao tendo elos efeitos colaterais durante o uso, começar a ter os efeitos colaterais só por ter parado de toma-lo??

  76. Ok. Obrigado pelas respostas, Dr. Mas a verdade é q depois q lí tantos relatos, deixei de tomar o Finastrida pois fiquei realmente abalado e muito preocupado. E me sentindo atingido por isso.
    Inclusive tive dificuldade de ereção com minha namorada.
    Hoje mesmo irei em num urologista conversar sobre isso e fazer um check up. Mas é pelo convênio. Caso o Sr. puder me indicar um na região de SP ou ABC paulista, agradeço fortemente.

    Obrigado mais uma vez.

  77. o cara tem que escolher, ficar careca e consequentemente nao transar ou nao ficar careca e correr o risco de nao transar…
    Brincadeira a parte, tomo finasterida ha 15 anos e a unica coisa que sinto diferenca e neste caso atribuo a idade, pois meus amigos tem o mesmo problema, é nao ter ereção matinal e nem vontade. A libido realmente baixou muito, mas fica a duvida: idade ou finasterida?
    Em comparacao aos amigos, idade. Em relacao às informacoes da web, finasterida.

    1. É. Realmente tudo tem que ser colocado numa balança. Tenho 36 anos, tomo finasterida a uns 7, 8. Nunca notei alterações. Na verdade já senti alguns incômodos nos testículos há anos atrás, fora isso, mais nada.
      Neste ano q notei queda da libido e percebi a falta de ereção matinal e q não pensava mais tanto em sexo como antes. E a prática sexual diminuiu até q consideravelmente. Confesso que após eu ter lido tantos relatos na internet, meu psicológico ficou abalado e tive, a umas semanas atrás, um péssimo fds, inclusive com dificuldade de ereção e desejos sexuais. Assim, parei de tomar o finasterida e pedi um checkup ao uro. Nas ultimas semanas, me sinto normal. Mas notei as ereções matinais voltando e até as ereções “fora de hora”. Coisas q não tinha realmente há algum tempo, mas q nunca levei em consideração e vivia normalmente. Mesmo assim, não voltarei tomar o Finasterida, pelo menos, não tão cedo. Sei q estão evoluindo para pomada de uso tópico que não terá esses efeitos colaterais.

      Abraços

      1. Fael meu amigo, estou numa situação idêntica à sua. Uso a finasterida 1mg a cerca de 6 anos e nunca tive nada. Mas após ler tantos relatos fiquei apavorado e decidi parar. Mas meu medo é ter problemas após a interrupção do remédio. Eu só devo parar de usar daqui a uns 2 meses pq estou sem plano e desempregado. Quero fazer um acompanhamento médico antes de interromper. Como você parou antes de mim, posso te pedir seu contato pra me manter informado em relação à sua saúde após a interrupção? Por favor mande seu whatzapp pra mim no email cabral_egpt@hotmail.com grande abraço!

  78. Dr. o meu médico não optou pela finasterida devido os efeitos colaterais,porém passou um rémedio para manipulação,sabe me informar sobre a eficacia dessa fórmula?
    Nutricolin,Cobre quelado,Biotina,Saw palmetto,excipiente qsp.
    Segundo o mesmo é o que esta sendo recomendado.

  79. Olá! Parabéns pelo trabalho voluntário.
    Eu estou precisando de um tratamento profundo para melhor solução da minha calvície, só que todas as vezes que Marco um dermatologista, o mesmo sempre vem com finas terida acompanhado de algum xampu! Isso me icomoda devido eu não querer o uso desse medicamento um pouco confuso,devida as experiências aqui apresentadas. A minha pergunta é! Existe algum outro profissional da área que possa me ajudar ? Se existe quem devo procurar? Pode sugerir alguém no estado do ÉS? Agradeço antecipadamente. Moro na Grande Vitória (ES)

  80. Olá Dr,

    Tenho 22 anos, meu dermato diagnosticou alopécia androgenética. Minha mãe também tem, e meu pai é careca. SEMPRE tive queda de cabelo. Já tomei pantogar, biotina, uso minoxidil há meses. Mas o meu dermato falou que meu caso infelizmente não vai evoluir se eu não tomar finasterida 5 mg e continuar usando o minoxidil. Já tenho entradas e meus fios estão afinando. Tinha o dobro de cabelo há 6 anos atrás.

    Quero tentar tomar o finasterida e sei que enquanto estiver tomando não posso nem pensar em engravidar. Também não está nos meus planos. Mas tenho uma dúvida importante:
    Se eu fizer o tratamento da minha alopécia com finasterida e depois suspender o uso por um ano, para engravidar, seria uma gravidez complicada caso fosse do sexo masculino? Existe risco de mesmo ficando sem o medicamente por um ano, prejudicar a formação perfeita de uma gravidez?

  81. Olá Doutor, tenho 25 anos e comecei a notar as perdas de cabelo a uns 2 anos atrás, mas noto que perco muito cabelo mesmo. Quando acordo de manhã noto uns 10 a 15 fios no travesseiro. No banho então acredito que mais de 100 fios, o banheiro fica cheio de cabelos no chão. No início só comecei a ter entradas, que com o tempo aumentaram, hoje noto que o cabelo geral apresenta alguns pontos falhando. Sempre fui muito cabeludo,mas parece que os fios não estão querendo ficar na minha cabeça. Notei que ao mesmo tempo que perdia cabelos(ao longo desses anos) eu tinha muita diarréia, as vezes 3 a 4 dias por semana as fezes saem líquidas. Noto também que estou começando a acreditar que seja pelo álcool,pois bebo digamos 5 vezes por semana, sendo que sexta e sábado em doses maiores. Noto que meu cabelo não está afinando, ele é grosso e está apenas caindo em demasia. Já tentei usar saw palmeto e coco mas sem nenhum resultado. O senhor faz ideia de qual seria meu problema? Também se possível, gostaria de alguma indicação de médico que entenda de cabelo em PortoAlegre. Obrigado.

  82. Tenho 35 anos, tomo fina desde os 18. Nunca senti os efeitos colaterais. Mas recentemente acho que estou ficando com peitinhos. Nunca fiz acompanhamento de exames. Apenas fiz um de testosterona há uns 4 anos, que deu acima do normal. Já fiz um de esperma também, que deu normal. Porém, após ler estes relatos, decidi parar de tomar. Devo parar imediatamente ou fazer um desmame? É essencial que eu vá a algum médico antes de parar de tomar, ou devo começar a parar o mais rápido possível? Alguma recomendação de médico em Brasília? Parabéns pelo site, Doutor.

  83. Doutor, tomei finasterida por um tempo e depois parei e voltei ao normal, depois comecei a tomar de novo por uns meses e parei novamente e nunca mais voltei ao normal. Perdi potencia, nao consigo manter erecao, perdi sencibilidade, volumende esperma. Estou assim desde os 22 e estou com 28, nunca mais tive relacao satisfatória, só tomando cialis ou viagra pra tentar manter a erecao. Fui em urologistas e falaram que seria pesicologico, mas sei wue nao é. Fiz os exames duas meses e deu tudp normal. Acredito que seja algo permanente infelizmente. O que o dr acha?

  84. Boa tarde, doutor. Sou mulher, tenho 32 anos e faço uso de finasterida há mais de um ano. Me preocupo com efeitos colaterais, mas até o momento não senti nenhum. Tenho alopécia androgenética muito grave e todos os outros tratamentos não deram muito resultado. Após tanto tempo fazendo uso, existe a possibilidade de aparecer ainda algum efeito colateral? Quais podem ser os efeitos colaterais em mulheres? E minha dúvida mais importante. Não pretendo engravidar tão cedo e não corro o risco de que isso aconteça sem planejamento, pois sou homossexual. Mas pretendo engravidar em algum momento. Será que mesmo parando de tomar o remédio com algum tempo de segurança antes disso, corre-se o risco de má formação fetal ou algo do tipo para o feto? Muito obrigada.

  85. Olá Doutor Roberto.

    Primeiramente gostaria de agradecer pelo seu trabalho neste site, que ajuda muito as pessoas necessitadas e que estão muito nervosas a ponto de pesquisar em vários lugares da internet por alguma solução.
    Tenho a algumas perguntas a realizar.

    1) Atualmente estou com quadro de queda galopante que se inciou em menos 10 meses, mas já causou boas falhas. Felizmente ainda tenho muito cabelo e estou em fase de iniciar tratamento e cuidados necessários para manter uma “juba” bonita até uns bons anos, porém acompanhando meu quadro de cabelo, simultaneamente tive queda de barba e sobrancelha, o que foi um impacto forte na minha autoestima, sendo assim decidi tomar alguns risco e iniciarei o tratamento com fenasterida caso a dermatologista ache necessário.
    Por outro lado a queda de pelos me indica que pode ser uma queda devido a falta de nutrientes e tudo mais, sendo assim, tracei uma sequencia de exames irei sugerir aos meus médicos para fazermos. O que o senhor acha deles? tem algum importante a acrescentar? ou algum desnecessário?
    Hemograma, Testo livre e total, DHT, estradiol, 3- alfa androtenediol glucosonídeo, prolactina, TGO, TGP, Gama GT, Bilirrubina, T3, T4, TSH Progesterona, Ferritina, Zinco, magnésio, Selênio, PSA Livre e total, Colesterol Total e frações, Triglicerideos, Ferro, Acido Folico, Vit B12 e D, FAN, VHS.

    2) O Saw Palmetto parece ser um substituto a altura da Fenasterida com menor colaterais, seria possível utiliza-lo e realizando perfils homonais de mes em mes , ou 2 meses em 2 meses controlar queda e se manter longe de problemas de desequilíbrio hormonal?

    Sou uma pessoa ativa, que não se deixa abater por muitas coisas, mas confesso que estou um pouco abalado principalmente por causa da queda de pelos.

    Atenciosamente

  86. Bom dia Dr,

    Estou desesperado tomei finasterida por 1-2 meses e comecei a broxar frequentemente e perder o tesão. Não consigo mais uma ereção decente (que dure alguns minutos) nem durante a masturbação. Parei com a finasterida agora fazem quase 2 meses já. Será que mais alguns meses volta ao normal?

  87. Doutor, não consegui ler todos os comentários, então não sei se a minha pergunta já foi respondida.
    O que eu gostaria de saber é se a aplicação tópica da Finasterida ou da Dutasterida pode minimizar ou até mesmo evitar os efeitos colaterais? Sei que alguns dermatologistas fazem essas aplicações.
    Usei Finasterida via oral por 3 anos no início da fase adulta e depois parei por opção. Não tive nenhum efeito colateral, mas atualmente (10 anos depois) com a calvície ganhando força e ficando evidente, a vontade de retomar o tratamento é grande. Só que já li, junto com esse seu excelente texto, criticas pesadas ao medicamento, o que me faz não querer voltar a toma-lo. Daí queria saber sua opinião (e também se há estudos sobre isso) a respeito da aplicação tópica.
    Muito obrigado pela atenção e um forte abraço!

  88. Olá dr. Roberto.
    Usei a finasterida por 2 anos e meio e faz 1 ano e 4 meses que parei por causa dos colaterais, e até hoje não melhorou nada.
    Já fui em 3 urologistas e faram que é psicológico e o outro constatou que minha testosterona tinha abaixado pela metade. Ele recomendou reposição desse hormônio, mas não senti confiança. Você conhece algum médico experiente nesse assunto em São Paulo-SP?
    Obrigado.

      1. Obrigado Dr. Poderia me dizer por favor qual é a especialidade do dr Gustavo Vilela e a região que ele trabalha, pois no google tem um que é oncologista. Só encontrei esse. Abraço.

  89. Olá fiz uso de finastetida por um ano por volta de 11 12 meses começaram a aparecer efeitos como dificuldade de ter e manter ereçoes perda da libido. Redução das ereçoes matinais e polucoes noturnas tendo em visar q tendk 28 anos e tomei essa droga com 26 e até hj tenho efeitos e pelo q li no início e reversível e tenho uma vida saudável, se poder mevenduxar algum médico na região de Jundiaí ou proximidades e ah a, expecalusdz procurar e o principal e posso vê, reverter e voltar como era antex Sen efeitos

  90. Olá fiz uso de finastetida por um ano por volta de 11 12 meses começaram a aparecer efeitos como dificuldade de ter e manter ereçoes perda da libido. Redução das ereçoes matinais e polucoes noturnas tendo em visar q tendk 28 anos e tomei essa droga com 26 e até hj tenho efeitos e pelo q li no início e reversível e tenho uma vida saudável, se poder mevenduxar algum médico na região de Jundiaí ou proximidades e ah a, expecalusdz procurar e o principal e posso vê, reverter e voltar como era antex Sen efeitos…..

  91. Dr, estou em vitoria e sofro de SPF , tomei finasterida em agosto de 2015 e após mais de um ano nao consigo ver nenhuma melhora em minha situação, os sintomas são: queda de libido, perca de ereções noturnas e matinais , espera aguado , perda de ereções espontâneas, tudo isso precedido de uma dor no testiculo, estava com um quadro um pouco melhor durante o mês passado, mas tive um outro crash, qual dr eu posso procurar em vitoria-es?

  92. Bom dia Doutor,

    Parabéns pela iniciativa de alertar as pessoas sobre este veneno chamado finasterida. Se todos os dermatologistas tivessem consciência e parassem de receitar este remédio como se fosse a cura da calvície sem ter problemas colaterais, os homens iriam parar de tomar isto como se fosse bala.

    Prefiro ter uma saúde menta boa e o bilau funcionando do que broxa e depressivo.

  93. Ola doutor, parabens pelo excelente site, tem ajudado muita gente inclusive eu apreceber a nocividade do problema. Estou em pleno crash depois de ter parado a 3 semanas, eu vinha usando uma marca de fina 1 mg e nunca tive problemas, logo depois mudei para outra marca no inicio comecei a sentir algo diferente, mas continuei ate que depois de um mes na nova marca parei, e comecei a sentir os efeitos.
    O senhor conhece alguem que possa me ajudar em porto alegre?

  94. Pessoal,

    Essa síndrome é real, tomei esse maldito remédio por um ano e meio, após parar, tive diversos ataques de pânico, ansiedade forte e cansaço extremo, hoje faz um ano os sintomas melhoraram mas contínuo com variós sintomas psicológicos.

    Não tome esse remédio de forma alguma, nãi fui alertado pelo meu médico sobre esses sintomas e na bula nova só colocaram depressão, NÃO TOME!!, NÃO VALE A PENA.

    doutor mandei um e-mail vou mercar uma consulta com você, se possível com urgência, infelizmente os convênios não nos tratam adequadamente.

  95. Ola tenho 17 anos doutor. A um ano resolvi deixar o meu cabelo crescer, meu cabelo é cacheado, e era super volumoso ,macio , era hidratadissimo ,ele é estilo black , doutor nos últimos 2 meses meu cabelo começou a afinar e clarear e ainda por cima esta super seco ,sou muito novo mais acho q isso não quer dizer nada por que ele esta caido muito , estou tentando me acostumar com a ideia de que pode ser algum tipo de alopécia , porem eu estou tomando rocutan ja estou no 7 mês , e acho q estes sintomas no cabelo ao qual citei pode ser devido ao remédio , doutor estou tao preocupado q vi o finasterida como uma opiçao, porem graças ao q li aqui ja descartei esta ideia , gostaria de saber se o rocutan pode ter haver com minha queda de cabelo ? E VC recomenda algum doutor em Bh?

  96. Dr. Roberto, faço uso de loção que tem na sua composição finasterida 1%, estou em idade fértil , essa concentração é prejudicial? Desde já agradeço.

  97. Esqueci de mencionar, tenho problema de queda de cabelo e preciso de um bom dermato/tricologista, como também um bom endocrinologista para avaliar meus hormônios, obrigado!

  98. Olá Dr. Roberto!

    Primeiramente, parabéns pelo site, conteúdo e disposição em atender às duvidas!! Não sei se a minha será respondida..rs..se for, desde já agradeço! Dr. Roberto, notei que as informações disponíveis na internet acerca do problema da SPF, em sua maioria, datam de 2011, 2012 … particularmente quase não encontrei informações recentes sobre tratamento (e chance de sucesso) e tal; pela experiência, conhecimento e prática do Dr., o senhor tem verificado ou constatado que as pessoas têm conseguido reverter os sintomas com sucesso, sobretudo os neurológicos .. ??!? Pois como comentei acima, há informação de 2011 fazendo referência a pessoas (poucos) que não tinham conseguido reverter o problema…mas é de 2011, ou seja, 5 ou 6 anos em se tratando de medicina, muita coisa pode mudar…hehe… Pergunto pois fiz uso da fina dos 26 aos 38, abandonando em novembro do ano passado praticamente…e dos sintomas que li, percebi alguns…
    Por último, o Dr. teria alguma indicação de um médico(a) em Blumenau ou cidade próxima, especialista nessa campo??
    Obrigado mais uma vez!! E parabéns pelo site!

  99. Boa dia,
    Tomei a finasterida por 4 anos e quando senti os sintomas parei de tomar. Estou há 2 anos sem tomar o medicamento e tive poucas melhoras !!!!
    Pode me indicar um médico em Natal – RN ou Recife – PE que possa analisar meu caso ?????

  100. Tomei finasterida mais de 16 anos, e há um ano parei, nunca imaginei mas agora antes de parar comecei a pesquisar sobre a Finasterida e vi sobre diversos males a saúde, e analisando o período que comecei uso (19 anos) foi bem na época que tive os primeiros ataques de pânico, ansiedade forte e cansaço extremo, mas logo aos 24 anos procurei tratamento psiquiatrico com medicação paroxetina, que controlava, mas agora que parei com a finasterida todos sintomas que tinha aumentaram 3x. Gostaria de saber se o Doutor conhece algum especialista aqui em Caxias do Sul RS, ou perto daqui que possa me orientar melhor?

  101. Boa noite, quanto tempo de tratamento é considerado preocupante?
    Tomo finasterida a dois anos e só agora, por indicação de minha parceira, decidi pesquisar sobre seus maleficios.
    No meu caso, nunca senti efeitos colaterais preocupantes.
    Qual a melhor forma de parar de tomar o medicamento? pará-lo de vez ou diminuir a dose e ir parando aos poucos?

  102. Doutor,acho q o finasterida 1mg colaborou para retençao de liquidos ,meu metabolismo depois q tomei este remedio esta lento.Isso é da minha cabeça ou é fato?

  103. Depois que comecei a tomar finasterida meu desejo sexual em relação ao sexo oposto caiu muito. As vezes me pego olhando fotos de homens bonitos musculosos. Faz 4 meses que faço uso da finasterida e desde 2 semanas minha ereção não é a mesma, mas mesmo assim comecei a sentir curiosidade em saber como é ser penetrado. Minha cabeça começou a ficar confusa. As vezes fico pensando nas fotos de homens que tenho visto e imaginando como seria a sensação de masturbar um homem.

  104. Olá doutor Roberto.
    Tomei fina de 1mg entre meus 20 e 27 anos. Hoje nos meus 42 anos noto que perdi a libido e sinto perda de concentração e memória. Meu exame hormonal está ok. Caso eu seja diagnosticado com a síndrome da finasterida, o que pode ser feito com relação a tratamento? Pelo que li no artigo existem muita coisas não esclarecidas e desta forma como a medicina pode ajudar efetivamente tais pacientes?

  105. Dr Roberto, e quanto ao uso de Saw Palmetto? Usei por 5 anos, prescrito pelo dermatologista, acompanhei nos 3 primeiros anos, depois so continuei a tomar e nao fui mais a consultas, porém em Maio do ano passado (2016) tive uma crise forte de panico (até então nem sabia o que era isso), pensei que fosse morrer…tratei com psiquiatra por 6 meses com medicação, agora estou quase normal, apenas com alguns tremores volta e meia, isso teria alguma relação com o Saw Palmetto? visto que a idéia dele tbm é baixar o DHT do corpo

  106. Boa Tarde
    Tenho 50 anos e tomo finasterida desde os 28. Não sinto nenhum sintomas desses acima comentados excetuando o desenvolvimento das mamas. Quando iniciei tomando propecia sabia dos efeitos colaterais, porém, nunca os senti. Assim, que passou a ser manipulada a substancia, por ser menos cara, passei a utilizá-la e não me importei em saber sobre quaisquer novidades a respeito dessa droga. Recentemente, assistindo no youtub uma palestra do Dr Lair Ribeiro sobre os efeitos do óleo do coco, ele citou a finasterida como uma destruidora do sistema hormonal e recomendou que quem a usa-se que a jogassem fora. Então, fui pesquisar a respeito e estou assustado. Confesso que mantenho os meus cabelos, porém, o preço percebo que foi muito alto. Agora estou numa imensa dúvida… Vou salteando o uso das pílulas que comprei antes de ontem (eram trintas, passo a tomar somente três ou dois dias na semana) ou deixo de tomar de maneira brusca e, vou me preparando para os efeitos colaterais da ausência da droga no organismo? Ajudem-me!

  107. Prezado Dr. Roberto,

    tomo Dutasterida desde 2012 e antes disso tomava finasterida. Nunca tive nenhum efeito colateral descrito pelo senhor. Entretanto as informações que o senhor disponibilizou me deixaram preocupado. Qual procedimento devo adotar? Muito obrigado.

  108. Dr. Há algum tratamento para indivíduos acometidos pela síndrome pós finasterida ?
    Pessoas com exames normais mas com os sintomas tem alguma chance ?

  109. Bom dia Dr.
    Eu comecei a tomar finasterida 1mg a nove dias e entre esse tempo, tive três relações sexuais, sendo que as duas ultimas notei que o esperma estava menos espesso, mais líquido. Fui atras dos efeitos colaterais e fiquei preocupado com a quantidade de riscos, sendo assim quero para de tomar. Porém a minha duvida é a seguinte: pelo fato de eu ter tomado apenas 9 comprimidos, em quanto tempo (média) as minhas taxas hormonais voltarão ao normal? E para descontinuar o uso, eu posso parar de um dia para o outro ou tenho que diminuir a dosagem gradualmente? E há a possibilidade de a minha taxa hormonal e espessura do sêmen nao voltarem mais ao normal? Peço desculpa pela quantidade de perguntas, porem a preocupação é grande.
    Brigado.

  110. Boa Tarde Dr. Roberto Franco,

    Meu indíce de DHT está em 2087,5 e ao procurar o urologista, ele me passou o Finasterida de 1 mg, com tantos relatos de pessoas com efeitos colaterais, estou muito apreensivo em fazer uso do medicamento. Os outros hormonios estão a níveis normais, só o DHT que está alto mesmo.

  111. Olá doutor. Utilizei a finasterida por 8 mêses e parei a aproximadamente 25 dias, Inicialmente percebi uma melhora considerável em relação a queda, mas ao fim do 5 mês parece q voltou a cair mais, não exageradamente mas que chegou a incomodar já que antes o efeito estava sendo mais positivo, enfim cheguei até o oitavo mês de uso e resolvi parar por conta própria. Minha dermato falou pra contínuar usando e urologista também, mas ele tambem só passa exame do perfil hormonal q tenha a testo total, e não os demais índices como Dht etc.
    Sobre os efeitos colaterais no início do uso senti aumento no desejo sexual, e ereçoes fortes, mas já no final, um pouco de falta de libido, menos sensibilidade, ereçoes não tão boas quanto antes e bem pouca ereção matinal. E mais cansaço diário, mesmo em semanas que não tem muitas atividades.
    Gostaria de saber se fiz uma boa escolha em ter parado no 8 mês com o uso, e qual médico em Goiânia seja realmente especializado nesse assunto, e possa me passar todos exames necessários,
    Sobre o cabelo buscarei outras alternativas como já estou realizando, agora sobre o desempenho sexual, e energia e animo pra relizar afazeres do dia-dia, estudar, treinar gostaria de estar 100% como quando tinha 18,19 anos.
    Hoje tenho 21.

  112. Boa noite Dr. Estou usando finasterida 1mg por dia e minoxidil 5g duas vezes ao dia , já uso por 4 meses e nasceu muito cabelo só que no 5 mes estou percebendo que a alguns fios pequenos estão caindo, é normal ? E se eu parar com a medicação o que acontece? Ou mudo a medicação?

  113. Boa noite Dr. Estou usando finasterida 1mg por dia e minoxidil 5g duas vezes ao dia , já uso por 4 meses e nasceu muito cabelo só que no 5 mes estou percebendo que a alguns fios pequenos estão caindo, é normal cair perde os fios?

  114. Boa noite, tomei por 4 dias a Finasterida, parei devido aos efeitos colaterais, porém após um mês continuo sofrendo com os efeitos colaterais. Você atende aqui em São Paulo, Capital ou conhece alguém que pode me ajudar. Desde já agradeço.

      1. Gostaria que fosse meu amigo, minha vida sexual mudou completamente depois desses 4 comprimidos, duvido que seja um mero fator psicológico ou emocional.
        Tomei ja faz 6 meses, nesse meio tempo, ouve uma melhora, diria que cheguei a 95% do que era antes, porém, no entanto, cerca de um mês atras minha libido sumiu novamente, ja tinha praticamente esquecido que tomei essa porcaria. Um detalhe, nunca na minha vida tinha tido nenhum problema sexual, nenhum. Tudo que eu consigo pensar no momento é que eu queria ter aproveitado melhor minha vida sexual antes de tudo isso.

  115. Olá Doutor : fiz uso do finasterida por exato 10 meses. No começo tudo normal porém no período do 8 mês . Comecei ater problemas de ejaculação precoce . Até aí comecei a planejar a parar o uso do medicamento pois . Ao estar me relacionando . Antes mesmo da penetracao já acontecia a ejaculação e eu ficava desesperado porque é uma coisa desanimadora. Resumindo parei o uso . Porém não houve melhores estou a 2 meses sem usar . No início do primeiro mês a ejaculação precoce continua . Mas conseguia ter ereção sem dificuldades. Porém no final do segundo mês . Estou tendo dificuldades. Fiz o exame hormonal é meu urologista disse que está tudo normal . Porém ele me disse que os efeitos vao desaparecer. Mas após ler alguma relatos não é bem assim . Oque o senhor pode me recomendar! Fico grato por tenho 22 anos e posso dizer que estou passando por dias que nunca desejo a ninguém por efeito dessa droga

  116. Gostaria de parabeniza-lo por esse importante artigo. Dez anos atrás, tomei finasterida durante 9 meses. Nesse tempo, estava tendo vários dos sintomas descritos, entre eles “brain fog” e suador noturno. Nem desconfiava, devido à falta de informação, inclusive na bula, que tais efeitos poderiam estar associados à finasterida. Um dia entretanto tive um estalo e desconfiei, comecei procurar artigos científicos sobre o assunto e descobri que a finasterida estava por trás dos sintomas. Sofri meses até cair a “ficha”, pois ainda hoje há vários médicos ignorantes que não merecem o diploma. Mais uma vez parabéns pelo trabalho informativo.

  117. Bom dia, á todos

    Tomei o Finasterida por mais de 6, 7 anos e nunca tive um nada de efeito colateral. Nem sempre era diário, as vezes eu esquecia e depois voltava a tomar. As vezes ficava meses sem tomar e depois voltava.. foi assim nesse tempo q tomei. Somente em 2016 q eu percebei q não pensava tanto mais em sexo e comecei a procurar sobre os efeitos colaterais e aí, me deparei com essa chamada síndrome pós finasterida. Aí bateu o desespero. Não conseguia ter ereções e nem sentir tanto prazer. Já ficava apreensivo ao chegar dos finais de semana pq veria minha namorada e claro, ela esperaria por sexo, o q me aflingia ainda mais. Fiquei muito assustado e preocupadíssimo com toda essa situação!!! Parei na hora de tomar e busquei ajuda. Todos os uros q fui foram unânimes em dizer que o finasterida não causava disfunção erétil e após a intrrupção do mesmo, as coisas voltariam ao normal. Pediram exames e todos os q fiz deram normais: hormonio, testosterona… todos. O espermograma deu alterado, mas fiz num laboratório meia boca e até o médico achou tudo muito estranho e não fazia sentido. Então, desconsiderei. Mas minha qtdade de esperma diminuiu muito e está mais viscoso. Meu uro explicou q o Finasterida causa diminuição da próstata e da uma “enxugada” nela, interferindo assim na condição do esperma, o q pode explicar a diminuição da qtdade de esperma e dele estar mais viscoso.
    Gostaria muito da opinião do Dr. Roberto para o meu caso.
    Já vinha ver os comentários aqui. Uns me deixavam mais apreensivos enquanto outros, esperançosos.
    Fico no aguardo

    1. Realmente tem pessoas que tomam por anos e não apresentem qq efeito colateral, já outros, tem e muitas vezes importantes. De uma coisa estou certo: a taxa de colaterais é muito maior do que se fala na bula. Na minha pratica diária, otimizo a testosterona e mantenho finasterida para criar se um bom equilíbrio entre testosterona/DHT, controlando a calvície e a mesmo tempo proporcionando os efeitos positivos da testosterona. Em geral, tenho bons resultados.

  118. Boa noite , ilustre Dr Roberto,
    O óleo de coco já se mostrou eficaz em bloquear DHT, será que causaria efeitos colaterais similares ao finasterida, ainda que atenuados? Pois a relação testosterona/DHT tambem seria alterada .

      1. Bom dia, Dr Roberto;
        O Dr Lair Ribeiro quando indagado sobre óleo de coco e finasterida disse que o ácido láurico inibe tanto o DHT quanto o estradiol, e o uso de finasterida para fim de queda capilar é um absurdo, pois , de modo silencioso , acarreta graves efeitos colaterias de difícil reversão, como demonstrado aqui.
        A experiencia vulgar, destituida de validade científica , em tese suporta essas conclusoes, diversas pessoas no youtube postam videos de boas experiencia com oleo de coco. Inclusive tem um rapaz que ficou tão feliz quando usou apenas 15 ml de oleo de coco e constatou nos exames uma queda significativa de Dht , mas quando interrompeu o uso, para testar se o oleo de coco era realmente o responsavel pela diminuicao do DHT, constatou através dos exames que sem a ingestão do oleo de coco o DHT subiu novamente , concluindo que pelo menos no caso dele o oleo de coco derruba o DHT.

  119. Boa tarde,

    Dr. Roberto tomei finasterida por duas semanas e caiu meu libido, já tem umas 4 semanas e não voltou ao normal, tem algo que posso tomar para voltar mais rapido ou tenho que ir a um medico?

  120. Boa tarde Dr, estou sofrendo muito com essas consequências. Já parei há dois anos e os sintomas persistem. Tomei por 1 ano.
    Tem algum médico para indicar no RJ? Obrigado.

  121. bom dia Dr Roberto. uso finasterida ha uns 12 anos e tenho muito receio destes efeitos colaterais. Recentemente tive um quadro de depressao e estou usando o medicamento Pristiq para tal. Estou sem libido nenhum, ausensia total de desejo sexual. Nao sei se é por causa do medicamento da depressao ou se é pela finasterida. Qual medico devo procurar, dematologista ou urologista? acha que devo parar com a finasterida? conhece algum medico bom em Belo Horizonte?
    muito obrigado pela sua atenção.

  122. Não sei como esse veneno ainda é vendido em farmácias! Tomei por 2 anos esse medicamento. Mesmo sentindo desde o início colaterais como baixa libido, dificuldade de ter/manter ereção, meio triste, vida parecia ter perdido o sentido, eu ainda continuei tomando pensando que logo tudo normalizaria e eu teria os benefícios. Hoje após dois anos, não existe libido, ereção espontânea ou matinal zero! E já tem um ano que estou sem tomar finasterida. Estou muito preocupado e arrependido. Quem dera tivesse acredito nos relatos que via na internet ao invés de pensar que comigo isso não aconteceria. Vou esperar até julho desse ano, se nada melhorar, vou procurar um especialista. O Problema é que alguns acham que é psicológico ou algo do gênero, mas sei muito bem que de psicológico não tem nada!

  123. Boa noite. Algum médico que você indique em Goiânia? Preciso de ajuda. E quero acreditar que é possível reverter isso. Muito obrigado.

  124. Boa noite Dr Roberto.

    Fui a dermato e ela me receitou esse remédio por tantos relatos entendo que a melhor coisa é não tomar certo? Tentar usar somente o minoxidil para alopecia

  125. Dr.roberto tenho 24 anos , tomei finasterida por 6 meses e tive total perda de libido , três dias depois melhoro lobo depois de u s 10 dias de melhora piorou .. por favor me abdique um modulados hormonal ,, região de São José do Rio Preto

  126. Fiz uso do medicamento durante 3 meses .
    Desenvolvi diabetes, depressão, ausência total de libido, perda de sensibilidade no pênis e no corpo.
    Foi como se eu estivesse dentro de um buraco.
    Já se passaram dois meses e não obtive melhoras.
    Gostaria de saber se existe algum especialista na região do Vale do Paraíba em São Paulo (Taubaté, São José dos Campos).

  127. Bom dia doutor, em relação a finasterida tópica juntamente com o minoxidil em dose de 0,04mg de finasterida e 5% de minoxidil. Vc acha que corre o risco desses efeitos indesejáveis relatados por aqui.
    Abraços.

  128. Dr. Tomei a finasterida por cerca de 6 meses. Parei e tudo parecia normal até dois anos após a interrupção perdi a libido, sonho eroticos, sem ereção, diminuição do penis, atrofia testicular bilateral e comecei a desenvolver ginecomastia. Gostaria de saber como posso reverter isto. Sou de Porto Alegre/RS. Existe algum especialista que poderia me indicar, uma vez que já foi a diversos medicos andrologistas, urologistas e endocrinos e ninguem sabe o que ocorre.

  129. Olá Dr

    Será q mesmo após alguns anos sem fazer o uso de finasterida, os efeitos colaterais podem piorar ou os níveis hormonais continuarem se alterando e piorando os efeitos?

  130. Dr eu tomo fina ha 15 anos e tenho 37 anos , eu parei de tomar há uma semana e estou usando óleo coco . Fiz bem em parar de usar a finasterida ?

  131. Olá Dr. Roberto, obrigado pela disponibilização do espaço e por ser um médico do bem! (contrário da grande maioria que f*de com a saúde da gente).
    Tomei finasterida por 4 anos e parei a 1 ano e meio. Nunca tive perda de libido, continuo com as ereções matinais normais, sonhos eróticos e tudo mais (na questão sexual está a mesma coisa de sempre).
    Pra agravar o caso, devido à um trauma no tornozelo tomei várias injeções de corticóides + anti inflamatorios e antibioticos (12 injeções e uns 200/250 comprimidos do resto em um periodo de 18 meses) e houve também excesso de ingesta protéica que pesou no leaky gut.
    O que não sabia era a relação hormonal com metabolismo. Hoje tenho inflamação intestinal crônica e leaky gut, glicose e insulina bagunçadas (curvas indo em hiperglicemia em 30min e hipo em 120min), tremenda dificuldade de ganhar peso, inflamações articulares (resposta autoimune), dificuldade de concentração, falta de motivação, espinhas inflamatórias e aftas e sensibilidade à mudança de tempo/coriza em excesso as vezes por dias).
    O que não sabia e depois que um médico de Blumenau falou quando mediu via salivar da Lemos Lab (abaixo) meu DHEA/Testosterona/Cortisol é que o finasterida influenciou no desequilibrio desses hormonios.
    São tantos fatores que chego a ficar perdido com tanta informação a ser confrontada.
    Hoje (após 4 anos) me trato com o Dr. Antônio Pacileo de SP + minha nutricionista funcional. fizemos alterações alimentares e estou comendo MUITO!
    porem não consigo ganhar peso, só perco (tenho 1,70m e estou com 56kg)
    Alguma sugestão que posso analisar e incorporar ao tratamento? o Dr. Antônio pediu exame de acidos organicos e aminoacido plasma + sangue de 26 hormonios . USG tireoide c/ doppler normal.
    – DHEA 0,15 nmol/L ,
    – testosterona livre: 74,72 pg/ml
    – Cortisol 4 amostras:
    Madrugada : ( 01:10h ) 1,62 nmol/L
    Manhã : ( 08:05h ) 15,45
    tarde: 2,73
    noite 0,33

  132. Olá Dr

    Antes de mais nada meus sinceros elogios a vossa atenção e presteza em disponibilizar grande conhecimento e informações que podem ajudar várias pessoas.
    Como sou de Mato Grosso do Sul, tem alguma indicação de profissional aqui na cidade Campo Grande.

      1. Boa noite Dr.
        Deixo um depoimento para fins de colaboração do seu estudo. Há 15 anos, tomei finasterida por um período de 5 anos, comecei com propécia (esse é um dos mais fortes, é de derrubar cavalo), depois de algumas conversas passei a tomar o finalop, que já diminuiu bastante a intensidade dos efeitos colaterais; e por fim comecei a tomar em fórmula manipulada (praticamente sem efeito colateral algum para minha ignorância, já que não computava à DEPRESSÃO como problema associado a droga)… Por fim durante aquele tratamento tive uma excelente contenção da queda.
        Nesse último sábado retomei o tratamento e pasme, hoje, segunda-feira apenas, já notei um cansaço totalmente incomum (PASSEI o DOMINGO INTEIRO CANSADO e ACORDEI HOJE SUPER CANSADO), o que me levou a pesquisar bastante sobre o assunto… Dito isso posso relatar que tomei 3 dias apenas (3 comprimidos de FINALOP) e já percebi (DEPRESSÃO ACENTUADA e UM CANSAÇO DOS INFERNOS NADA COMUM). Hoje tenho 51 anos e acho que já posso até ousar um diagnóstico de que a DEPRESSÃO é realmente um EFEITO COLATERAL fortíssimo no tratamento da droga em questão (vendo os relatos acima, percebi que muito pouca gente abordou a doença e sabemos os motivos, já que a mesma é adjetivada como doença invisível) … Na verdade tive muita depressão durante o tratamento e pós-tratamento, descobrindo praticamente só agora, pois sempre relacionei minha depressão ao fato de sofrer de TDAH ignorando completamente a relação com o uso da finasterida…
        PS: Na época eu só me importava com o efeitos colaterais relacionados ao sexo sem perceber aqueles “invisíveis”… Obrigado!!!

  133. Bom dia Dr.
    Usei o finasterica 1 mg por somente um dia (12/10), por indicaçao medica, depois que eu descobri os colateirais, apesar de eu n ter sentido nenhum, eu suspendi o uso. Queria saber se eu corro o risco de ter a sindrome pos finasterida ou algum colateral por conta desse dia ?
    Obrigado pela atençao

  134. Dr. Roberto, fiz uso da finasterida por muitos anos. Deixei de usar em março de 2018. Acredito que fui acometido pela síndrome pós-finasterida, pois apresento vários sintomas desde que interrompi o uso, como por exemplo, baixa libido, dificuldade em ter ereção, ausência de ereção matinal, ansiedade e depressão. De acordo com o resultado do meu exame de sangue mais recente (realizado no final de setembro de 2018), meu nível de testosterona total está baixo. O urologista que solicitou o exame recomendou tratamento de reposição hormonal com gel de testosterona por três meses, bem como a prática de atividades físicas (eu estava sedentário há muito tempo e bem acima do peso, com acúmulo de gordura abdominal). Quando mencionei a possibilidade de ter sido afetado pela síndrome pós-finasterida, ele não deu importância. Venho utilizando o gel há três semanas. Não percebi melhora na libido até o momento. Desde o final de setembro, tenho praticado musculação de duas a três vezes por semana. O Sr. atende pacientes com esse problema? Gostaria de marcar uma consulta. Caso não atenda, poderia indicar outro profissional de Campinas ou de São Paulo? Grato pela atenção.

  135. Penso que está mais do que claro que esta droga é um mal que infelizmente, existe alguém a ganhar rios de dinheiro fazendo o mal. Penso que é chegada a hora de se tomar medidas, para que se evitem mais vítimas deste grande veneno. Sugiro que se crie-se um grupo que informe o maior n. de pessoas possíveis pelas redes sociais e não só, sobre o perigo dessa droga, a ver se se proíbe a sua venda. Pois parece impossível que até hoje não a tenham retirado do mercado.

  136. Penso que está mais do que claro que esta droga é um mal que infelizmente vai fazendo vítimas, existe alguém a ganhar rios de dinheiro fazendo o mal. Penso que é chegada a hora de se tomar medidas, para que se evitem mais vítimas deste grande veneno. Sugiro que se crie um grupo que informe o maior n. de pessoas possíveis pelas redes sociais e não só, sobre o perigo dessa droga, a ver se se proíbe a sua venda. Pois parece impossível que até hoje não a tenham retirado do mercado.

    1. Você pode pensar mas não na real não é isso que ocorre. O tópico do Dr. parece mais querer assustar do que apresentar informações sólidas sobre essa droga. Muito cuidado.

  137. Olá, Dr!

    Primeiramente peço para atualizar o tópico que aborda a relação da finasterida com o câncer de próstata maligno, já desmentido. Desinformar o público não deve ser seu objetivo.

    Mas, também:
    > Finasterida não é um hormônio, logo o tratamento não é hormonal mas sim anti-hormonal.
    > Medir os níveis hormonais durante o tratamento não é capaz de prever complicações ou colateiras, de forma geral, deve ser sim opcional do profissional.
    > O autor foi tendencioso levando a um entendimento precipitado e não científico ao dizer: “O tecido erétil do pênis precisa de testosterona e de DHT para se manter. A ausência destes hormônios leva à sua degeneração, que apenas pode ser revertida numa fase inicial. Em fases mais avançadas a impotência é irreversível.”.
    > Novamente precipitado sem qualquer apoio cientifico: “a DHT está presente e é essencial para a capacidade de memorização, comportamento masculino, aprendizagem, etc”, Não há um estudo seguro que apontem esta relação.

  138. Doutor usei apenas 3 dias. Tem chance de ter síndrome pós finasterida ou 3 dias seria muito pouco. Parei com medo dos efeitos colaterais

    1. Vários homens que poderiam ser beneficiados pelos inibidores de 5ar são desencorajados a utiliza-los. Esse pode ser o seu caso. Procure um BOM médico, de preferência especializado em dermatologia e tricologia, e trate! Não chute o balde agora!

  139. Prezado doutor,

    A Finasterida utilizada no combate a calvície pode causar/desenvolver algum tipo de inflamação intestinal? Pode levar ao desenvolvimento de doenças intestinais como a Doença de Chron? Pessoas com esse tipo de enfermidade podem tomar esse medicamento para calvície normalmente? Obrigado!

  140. Dr. tenho alopecia androgenética e estou tomando dinástica há 2 meses e meio. Minha menstruação não veio esse mes(mas sou laqueada), estou irritadiça e triste. Quero parar… posso parar de uma hora para a outra?

  141. Queria deixar registrada aqui minha experiência com a finasterida. Usei o comprimido de 1 mg diariamente por cerca de 10 anos (atualmente estou com 33) e, apesar de o tratamento ter segurado muito bem minha queda (minhas entradas aumentaram muito discretamente nesse período) desde o início senti alguns efeitos colaterais de ordem sexual (ligeira queda do desempenho, diminuição de ereções espontâneas) que nunca chegaram a atrapalhar meus relacionamentos, até que há alguns meses minha libido baixou drasticamente e minhas ereções ficaram instáveis e fracas. Após consultar dois urologistas ridículos que vieram com a velha história de que a finasterida não produz esses efeitos colaterais e que meu problema era psicológico (saí dos consultórios com prescrições de antidepressivo e de tadalafila, e nenhum pedido de exame pormenorizado a respeito da minha situação hormonal – apenas constatei que minha testosterona e minha prolactina estavam ambas acima dos valores de referência), resolvi suspender por conta própria a medicação e em duas semanas já senti uma diferença bem significativa na minha libido e na qualidade das ereções. Sei que cada organismo reage de uma forma diferente, mas fica aqui o alerta sobre os perigos desse remédio.

  142. é possível transformar os velos em fios saudáveis através do uso da finasterida? ou é necessária a adição de outros componentes no tratamento clínico?

  143. Utilizei finasterida (1mg) por 29 dias e encerrei a utilização devido a problema de líbido e ereção. Hoje faz 35 dias que parei de utilizar o remédio. Estou com uma leve dificuldade de ereção e a líbido está bem reduzida. Fiquei muito triste alguns dias por conta de tudo isso.
    Além disso dificilmente estou com ereções (involuntárias) quando acordo de manhã.
    Será que com o passar do tempo eu volto ao normal? Quanto tempo mais ou menos?

Deixe uma resposta para matt Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidAs

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Posts recentes

Me siga

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp