(Last Updated On: 27/06/2014)

As mais recentes descobertas sobre alimentos que você deve comer todos os dias para formação de músculos, melhoria da função cerebral, redução de rugas, fortalecimento do coração, proteção dos ossos, reforço imunológico e combate às inflamações.

1. Amêndoas ( Amygdalus comunis)

As amêndoas, ricas em energia, diminuem o mau colesterol, graças a esteróides vegetais e ajudam os diabéticos, diminuindo o açúcar no sangue. As amêndoas são ricas em aminoácidos reforçando os níveis de testosterona e o crescimento muscular. São também ricas em vitamina E, que reforça as defesas contra os raios solares. Num estudo, os voluntários que consumiram 14 miligramas da vitamina E (cerca de 20 amêndoas) por dia e, em seguida, foram expostos à luz UV ficaram menos queimados que aqueles que não tomaram. A vitamina E é um antioxidante que mantém as artérias livres de radicais perigosos. Baixos níveis de vitamina E também estão associados com fraco desempenho da memória e declínio cognitivo.

2. Sementes de linhaça ( Linum usitatissimum L.)

Ricas em proteínas e fibras, estas pequenas sementes oferecem uma carga de ômega-3, que ajuda a apagar manchas na pele. Voluntários que participaram de um estudo e tomaram meia colher de chá de ômega-3 todos os dias durante seis semanas notaram menor irritação e vermelhidão na pele, assim como uma melhor hidratação. Outro estudo recente de pessoas com colesterol alto (maior do que 240 mg/dL) comparou o tratamento com estatina, com comer 20 gramas de linhaça por dia. Após 60 dias, os que ingeriram sementes linhaça tiveram resultados tão bons como aqueles que usaram estatinas. Experimente sementes de linhaça moída em farinha de aveia, iogurte ou em saladas

3. Tomate (Solanum lycopersicum)

Há duas coisas que precisa saber sobre tomates: os vermelhos são os melhores, porque contêm mais licopeno antioxidante e tomates processados são melhores que os frescos, porque é mais fácil para o corpo absorver o licopeno. Uma dieta rica em licopeno pode diminuir o risco de câncer na bexiga, nos pulmões, na próstata, na pele e no estômago, bem como reduzir o risco de doença arterial coronariana e ajudar a eliminar os radicais livres produzidos pelos raios ultravioleta, que causam o envelhecimento da pele. Tomate cozido e molho de tomate dão melhores resultados.

4. Batata-doce (Ipomoea batatas)

A batata doce é um dos alimentos mais saudáveis do planeta. Além de combater os efeitos do tabaco e ajudar a prevenção da diabetes, a batata-doce contém glutationa, um antioxidante que pode aumentar o metabolismo de nutrientes, reforçar o sistema imunológico, bem como proteger de Alzheimer, Parkinson, doença hepática, fibrose cística, HIV, câncer e ataque cardíaco. Mais: a batata doce está carregada de vitamina C que suaviza as rugas estimulando a produção de colágeno. Voluntários que consumiram 4 miligramas de vitamina C (meia batata doce) diariamente durante 3 anos, diminuíram as rugas em 11%.

5. Espinafre (Spinacia oleracea)

Pode ser verde e com folhas, mas o espinafre, um renomado construtor muscular é também um alimento completo para o homem. O espinafre está repleto de minerais essenciais como potássio e magnésio e é uma das principais fontes de luteína, um antioxidante que pode ajudar a prevenir a obstrução das artérias. Além do mais as suas vitaminas e nutrientes podem reforçar a densidade mineral óssea, atacar as células do câncer de próstata, reduzir o risco de tumores de pele, lutar contra o câncer do cólon, e, por último mas não menos importante, aumentar o fluxo sanguíneo para o pênis.

6. Alecrim (Rosmarinus officinalis L.)

O ácido carnósico encontrado nesta especiaria demonstrou reduzir o risco de acidente vascular cerebral em até 40 por cento. O ácido carnósico parece desencadear um processo que protege as células do cérebro de danos dos radicais livres, que podem piorar os efeitos de um derrame. O alecrim também pode proteger de doenças degenerativas como Alzheimer e dos efeitos gerais do envelhecimento.

7. Salmão (Salmo salar L.)

Cada 100 gramas de salmão tem cerca de 2.000 miligramas de ácido docosahexaenóico (DHA) e ácido eicosapentaenóico (EPA) e ômega-3, ácidos graxos que servem como lubrificante para a maquinaria do cérebro, ajudando as células nervosas a se comunicarem entre elas. Trinta e cinco porcento do cérebro é composto por ácidos graxos como estes, que podem se reduzir com o passar do tempo. O tecido cerebral de pessoas entre os 65 e 80 anos contêm menos 22 por cento de DHA do que das pessoas entre os 29 e os 35 anos. Se quer manter a sua idade, comece a consumir ômega-3 agora. Por que é importante que salmão seja silvestre? Porque os peixes de viveiro, que são engordados com soja, podem conter tantas gorduras inflamatórias como um cheeseburger.

8. Mirtilos (Vaccinium myrtillus L.)

Este pequeno fruto pode ajudar a prevenir uma série de doenças, desde o câncer até doenças cardíacas. Pense nos mirtilos como anti-ferrugem para a sua massa cinzenta. Além de serem ricos em fibras e vitaminas A e C, também contêm antioxidantes. Coma o equivalente a uma xícara de chá por dia e opte por mirtilos silvestres, sempre que possível, pois contêm 26 por cento mais antioxidantes do que as variedades cultivadas.

9. Chá verde (Cammelia sinensis L.)

O chá verde liberta catequina, um antioxidante com propriedades anti-inflamatórias e anti-cancerígenas. Beber 2 a 6 xícaras de chá por dia não só ajuda a prevenir o câncer de pele, como também pode reverter os efeitos dos danos do sol, neutralizando as mudanças que aparecem na pele exposta. O chá verde também contem outro antioxidante chamado epigalocatequina galato (EGCG), que pode aumentar a sua saúde cardiovascular e reduzir o risco de aparecimento da maior parte dos tipos de câncer.

10. Chocolate amargo (Theobroma cacao)

Catequina, um flavonoide natural do cacau, melhora o fluxo sanguíneo no cérebro, ajudando a aumentar a função cognitiva. Além disso, o chocolate preto contém um tanino chamado procianidina, que também é encontrada no vinho tinto, que ajuda a manter as artérias flexíveis e a pressão arterial baixa. O chocolate preto também ajuda o aspecto exterior. Mulheres que beberam cacau enriquecido com uma barra de chocolate rica em flavonóides obtiveram melhor textura da pele e maior resistência aos raios UV do que as que bebiam flavonóides em menor quantidade. Consuma 25 gramas de chocolate preto por dia para obter todos os benefícios.

11. Atum (Thunnus sp)

O sanduíche de atum tem um pequeno segredo: Selênio. Este nutriente ajuda a conservar a elastina, uma proteína que mantém a sua pele lisa e firme. O antioxidante é também um protetor contra o sol. Evita que os radicais livres criados pela exposição aos raios UV danifiquem as células. O atum é também uma grande fonte de proteínas, não contém gordura trans e uma porção de 10 gramas contém 11 mg de niacina que tem provado ajudar a diminuir o colesterol e o processo de gordura corporal. A niacina aumenta o bom colesterol (HDL) e diminui os triglicerídios mais eficazmente do que a maior parte das estatinas.

12. Cenouras ( Daucus carota)

Pense na cenoura como uma varinha mágica boa para os olhos e para limpar o organismo. Nada de magia, porém, apenas muita vitamina A que impede a produção de células na camada exterior da pele. Isto significa menos células mortas que combinam com oleosidade na pele e obstrução de poros. A cenoura é também enriquecida com carotenóides, compostos solúveis em gordura, que estão associados à redução de vários tipos de câncer, bem como à diminuição do risco e gravidade de inflamações como a asma e a artrite reumatóide.

13. Ameixas secas (Prunus sp)

As ameixas são ricas em cobre e em boro, substâncias que podem ajudar a prevenir a osteoporose. Contêm também uma fibra chamada inulina, a qual, quando processada pelas bactérias intestinais, contribui para um ambiente mais ácido no trato digestivo que, por sua vez, facilita a absorção do cálcio.Pessoas acima do peso com resistência devem tomar muito cuidado ao comer frutas secas.

15. Vinho Tinto

Nadando em resveratrol, um composto natural que diminui o LDL, aumenta o HDL, prevenindo os coágulos de sangue, o vinho tinto pode realmente ser um salva-vidas. Resveratrol pode prevenir ou retardar o aparecimento de doenças crônicas. Mas não devemos consumir mais de duas doses por dia, uma vez que você têm 97 por cento chances de chegar aos 85 anos se mantiver o consumo de álcool a menos de três bebidas por dia. O vinho tinto é também uma excelente fonte de flavonóides, antioxidantes que ajudam a proteger o revestimento dos vasos sanguíneos no coração e, como tal, ajudam a diminuir drasticamente a possibilidade de morrer de doenças cardiovasculares.

16. Iogurtes Naturais de preferência integrais

Várias culturas reivindicam a invenção do iogurte, no entanto os benefícios deste alimento com 2 mil anos são consensuais. A fermentação gera centenas de milhões de organismos probióticos, que reforçam os batalhões de bactérias benéficas no seu corpo, mantendo o aparelho digestivo saudável, o sistema imunológico em boa forma e fornecem proteção contra o câncer. Nem todos os iogurtes são probióticos, por isso certifique-se que o rótulo diz “culturas vivas e ativas”.

Recomendo fazer Teste de Intolerância Alimentar mediada por IGG tendo em vista que a alergia crônica a caseína é muito comum e passa desapercebida.

 

17. Abacate (Persea americana)

Fruto cheio de gorduras monoinsaturadas, o abacate consegue combater o colesterol LDL (tipo mau). O abacate é também rico em ácido fólico, uma vitamina B solúvel em água que ajuda a diminuir os níveis de homocisteína, um aminoácido que pode dificultar o fluxo de sangue nos vasos sanguíneos. Coma apenas ¼ de uma xícara 2 vezes por semana.

18. Nozes (Juglans regia L.)

Mais ricas em ômega-3 que o salmão e com mais polifenóis anti-inflamatórios que o vinho tinto . No entanto, nem todos os tipos de frutos secos da família das nozes combinam todas estas características, apenas parte. Cerca de 30 gramas, ou sete nozes, é benéfica a qualquer hora, mas especialmente como snack para recuperação após exercício físico.

19. Açafrão (Crocus sativus)

Curcumina, o polifenol que dá a tonalidade amarela ao açafrão, tem propriedades anticancerígenas e efeitos antinflamatórios. O açafrão ajuda a deter o acúmulo de placas amilóides no cérebro, bloqueios minúsculos que podem causar a doença de Alzheimer. A prevalência do açafrão da Índia pode ajudar a explicar porque tão poucos idosos na Índia sofrem da doença de Alzheimer, enquanto que as estatísticas apontam para 13% de incidência nos Estados Unidos, de acordo com a Alzheimer’s Association.

Uma dica: Combine o açafrão com pimenta quando fizer pratos de curry. Combinado com pimenta, o açafrão da Índia aumenta em 1000 vezes a biodisponibilidade da curcumina, devido à piperina.

20. Feijão Preto (Phaselous vulgaris)

Pessoas que comem diariamente uma dose de 100 gramas de feijão preto reduzem o risco de ataque cardíaco em 38 por cento. Enquanto outros feijões também são bons para o coração, nenhum pode aumentar a capacidade cerebral do ser humano como o feijão preto. Isto porque estão cheios de antocianinas, compostos antioxidantes que contribuem para melhorar a função cerebral. O feijão preto é também composto por nutrientes tais como proteínas, gorduras saudáveis, folato, magnésio, vitaminas B, potássio e fibras.

21. Maçãs (Malus domestica Borkh)

Uma maçã por dia reduz inchaços de todos os tipos, graças a quercetina, um flavonóide que também se encontra na casca da cebola vermelha. Quercetina reduz o risco de alergias, ataques cardíacos, Alzheimer, Parkinson, câncer da próstata e do pulmão. Se poder optar escolha a variedade red uma vez que contem mais antioxidantes para combater as inflamações.

22. Caranguejo (Ucides cordatus L.)

Rica em proteínas e pobre em gordura, a carne adocicada do caranguejo é rica em zinco. O zinco é um antioxidante, mas o mais importante, ajuda a manter a estrutura óssea e a função imunológica saudáveis.

23. Romã (Punica granatum)

O sumo deste fruto bíblico de muitas sementes pode reduzir o risco da maior parte dos tipos de câncer, graças aos polifenóis chamados elagitaninos que dão à romã a sua cor. De fato, um estudo recente descobriu que o sumo da romã retarda significativamente o crescimento de células cancerosas da próstata.

24. Couve Chinesa (Brassica rapa pekinensis)

Este vegetal crucífero é mais do que o acompanhamento de camarões e molho de soja. A couve chinesa é rica em cálcio para a constituição dos ossos, bem como em vitaminas A e C, ácido fólico, ferro, beta-carotina e potássio. O potássio mantem os músculos e nervos em ordem enquanto baixa a pressão arterial. Estudos sugerem que a beta-carotina pode reduzir o risco de câncer do pulmão e da bexiga, assim como a degeneração macular (visão).

25. Ostras (Família Ostreidae)

O marisco é na generalidade uma excelente fonte de zinco, cálcio, cobre, iodo, ferro, potássio e selênio. No entanto a carne cremosa das ostras distingue-se por elevar os níveis da testosterona e de proteger do câncer da próstata.

26. Brócolis ( Brassica oleracea var. Italica Plenck)

Uma dose de brócolis contém elevada quantidade de cálcio, assim como de manganês, potássio, fósforo, magnésio e ferro. E isso além da sua alta concentração em vitaminas A, C, e K bem como em sulforafano, fitonutriente que estudos sugerem ter poderosas propriedades anticancerígenas.

27. Kiwi (Actinidea chinensis)

Tal como bananas, este fruto contém bastante potássio para proteção dos ossos. Os Kiwi são igualmente ricos em vitamina C e em luteína, um carotenóide que ajuda a reduzir o risco de doenças cardíacas. Tente comer pelo menos um ou dois kiwis por semana após o exercício físico. Coloque-os na geladeira a fim de obter uma sensação fresca e energizante, mas não descasque a pele: é comestível e rica em nutrientes.

28. Azeite

A variedade extra-virgem é rica em gorduras monoinsaturadas com efeitos benéficos. Os ácidos graxos e polifenóis do azeite reduzem inflamações nas células e nas articulações Um estudo revelou que é tão eficaz como o Advil para reduzir inflamações. Tome 2 colheres de azeite por dia.

29. Alhos Franceses – alho poró (Allium porrum L.)

Os alhos franceses reduzem o risco de câncer na próstata e melhoram a função sexual. Corte as rodelas a parte verde de um alho francês e adicione-as às sopas, aos sautés, e às saladas sempre que possível. Este vegetal, tal como o seu primo alho, contêm tiamina, riboflavina, cálcio e potássio, sendo também ricos em ácido fólico, um tipo de vitamina B que, segundo estudos, baixa o nível do aminoácido homocisteína, prejudicial para as artérias.

30. Alcachofras (Cynara cardunculus scolymus)

Glorificada durante séculos como afrodisíaco, a alcachofra rica em fibra contém mais potássio e magnésio para a formação dos ossos que qualquer outro vegetal. As folhas da alcachofra são igualmente ricas em flavonóides e polifenóis, antioxidantes que reduzem o risco de acidentes cerebrovasculares e em vitamina C, que ajuda a manter sistema imunológico. Coma alcachofra sempre que puder. As mais maduras sentem-se pelo peso e parecem ranger quando apertadas.

31. Pimenta Malagueta/Chili Peppers (Capsicum spp.)

As malaguetas estimulam o metabolismo, tornando o sangue menos espesso e ajudando a libertar endorfinas. Além disso são uma excelente maneira de adicionar sabor à comida sem acréscimo de calorias. As chili peppers são também ricas em beta-carotina, que se transforma em vitamina A no sangue, combatendo infecções, assim como em capsaicina que inibe neuropeptídeos, produtos químicos causadores de inflamações. Um estudo recente revelou que as malaguetas têm ainda propriedades antitumorais na próstata. Tudo isto apenas com metade de uma pimenta malagueta por dia.

32. Gengibre (Zingiber officinale)

Contrariamente às crenças populares o gengibre, tão utilizado na comida asiática, não é uma raiz, mas sim um tronco o que significa que contém componentes vivos que melhoram sua saúde. O componente mais importante é gingerol, um supressor do câncer que estudos demonstram ser particularmente eficaz contra o do cólon. Sempre que possa, corte o gengibre em fatias ou moa-o fresco e adicione-o a peixe ou frango marinando em soja. Quanto mais aguentar, melhor.

33. Canela ( Cinnamomum zeylanicum)

Conhecida por tornar doces as sobremesas e complexa a comida Indiana, a canela é rica em antioxidantes que inibem a coagulação de sangue e o desenvolvimento bacteriano (que inclui o mau hálito). Estudos também sugerem que a canela ajuda a estabilizar o açúcar do sangue, reduzindo o risco de diabetes tipo 2. Tente metade de uma colher de chá por dia num iogurte ou com cereais.

34. Ovos

Aqueles que comem ovos no café da manhã perdem 65 por cento mais peso do que aqueles que comem um donut com a mesma quantidade de calorias. Coma a gema também. Estudos recentes mostram que a gordura da parte amarela do ovo é importante para o manter satisfeito e que os benefícios de seus minerais e nutrientes compensam o efeito no colesterol.

35. Figos (Ficus carica)

Cheia de potássio, manganês e antioxidantes, esta fruta também ajuda a manter controlados os níveis de pH no corpo, dificultando a invasão de agentes patogênicos. A fibra nos figos pode baixar os níveis de insulina e de açúcar no sangue, reduzindo o risco de diabetes e de síndrome metabólica. Escolha figos com pele escura (contêm mais nutrientes) e coma-os sozinhos ou com frutos secos.

36. Carne de vaca de pastagem

Nada se compara à proteína pura quando se pretende reforçar o sistema muscular. O problema é que a maior parte da carne que se vende em lojas vem de gado alimentado a grão, provocando uma proporção relativamente elevada de ômega-6 comparando com os ácidos graxos ômega-3, contribuindo para inflamações. Os ácidos graxos na carne de vaca de pastagem tendem para a variedade ômega-3. Esta carne também contém o ácido linoleico (CLA), que estudos mostraram que ajuda a reduzir a gordura abdominal e favorece o músculo magro.

37. Cogumelos (Reino Fungi)

Deliciosos quando adicionados ao arroz integral, os cogumelos reishi, shiitake e maitake são ricos em antioxidante ergotionina que protegem as células de crescimento e réplica anormais. Em suma, reduzem o risco de câncer. Tente comer o equivalente a meia chícara uma ou duas vezes por semana. Cozinhá-los em vinho tinto, que contem resveratrol, amplifica o seu efeito fortalecedor do sistema imunológico.

38. Abacaxi (Ananas comosus L. )

Com seu mix poderoso de vitaminas, antioxidantes e enzimas, em particular, a bromelina, o ananás ou o abacaxi é um cocktail anti-inflamatório para todo o corpo. Igualmente protege do câncer do cólon, da artrite e da degeneração macular. Tome o equivalente a meia chícara duas ou três vezes por semana.

39. Suco de vegetais

Pessoas que tomaram três ou mais copos de 100 mL de suco de vegetais por semana tem 76 por cento menos chances de desenvolver a doença de Alzheimer do que as que beberam menos. Os altos níveis dos polifenóis e antioxidantes que existem nos vegetais podem proteger as células do cérebro dos danos causados pela doença.

40. Cerejas (Prunus sp)

Comer cerca de 35 cerejas por dia pode baixar o risco de tendinite, de bursite, de artrite, e de gota. As cerejas reduzem também o risco de doenças crônicas e de síndrome metabólica.

41. Limão ( Citrus sp)

Se você não inclui limões na sua alimentação talvez reconsidere depois de ler os seus muitos benefícios para a saúde. Os limões são ricos em vitaminas e flavonoides que funcionam em conjunto para combater eficazmente infecções. Os limões contêm 22 componentes anti-cancerígenos, incluindo limoneno, um óleo natural que reduz ou interrompe o crescimento de tumores cancerígenos. Contêm também uma substância chamada flavonol glicosídeo que interrompe a divisão das células cancerosas. O potente fito nutriente tangeretina contido na casca do limão tem demonstrado benefícios em distúrbios cerebrais como a doença de Parkinson. A vitamina C contida nos limões ajuda a neutralizar os radicais livres relacionados com o envelhecimento e outros tipos de doenças.

42. Batata yacon (Smallanthus sonchifolius )

A batata yacon pode ser considerada um alimento funcional pelo seu alto teor de frutooligossacarídeos (FOS) e inulina. Estes não são digeríveis pelo aparelho digestivo, tendo o mesmo efeito de fibra alimentar. Por este motivo pode ser utilizada por pacientes com diabetes do tipo 2, pois podem ajudar no controle da glicemia. Os carboidratos simples são digeridos e absorvidos rapidamente, produzindo um aumento súbito da taxa de glicose no sangue e gerando picos de insulina. Já o efeito do carboidrato presente na batata yacon é o contrário, devido ao tamanho de sua molécula são digeridos e absorvidos lentamente, ocasionando aumento pequeno e gradual da glicemia. Além de ser eficaz para os diabéticos, os seus benefícios para a saúde do organismo podem ser vários: baixa caloria, sensação de saciedade, aumento da imunidade, regulação do intestino, redução do colesterol e ácido graxos no sangue, aumento da absorção de minerais como cálcio, magnésio e ferro e é rica em potássio.

Referências:

The 40 Best Age-Erasing Superfoods. Men’s Health.

http://www.menshealth.com/mhlists/age-erasing-superfoods/printer.php

http://maisequilibrio.com.br/nutricao/os-beneficios-da-batata-yacon-2-1-1-713.html

http://medicina-tradicional-chinesa.com/2012/04/18/poder-de-cura-do-limao/

Dietary lignans: physiology and potential for cardiovascular disease risk reduction.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20883417

Flaxseed and cardiovascular health.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19568181

Lignan content of the flaxseed influences its biological effects in healthy men and women.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23885993

The effect of almond consumption on elements of endurance exercise performance in trained athletes.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24860277

Rosmarinus officinalis L. leaf extract improves memory impairment and affects acetylcholinesterase and butyrylcholinesterase activities in rat brain.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24080468

The psychopharmacology of European herbs with cognition-enhancing properties.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17168769

The role of phytochemicals in the treatment and prevention of dementia.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21639405

Spices and energy balance.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22079580

Antioxidant activities and quali-quantitative analysis of different Smallanthus sonchifolius [(Poepp. and Endl.) H. Robinson] landrace extracts.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25533266

Yacon (Smallanthus sonchifolius): a food with multiple functions.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24915403

Health benefits of herbs and spices: the past, the present, the future.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17022438

Tea and bone health: steps forward in translational nutrition.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24172296

Tea and health: studies in humans.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23448443

Polyphenol-rich apple (Malus domestica L.) peel extract attenuates arsenic trioxide induced cardiotoxicity in H9c2 cells via its antioxidant activity.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24441683

Curcumin induces apoptosis in human neuroblastoma cells via inhibition of AKT and Foxo3a nuclear translocation.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25179440

Curcumin Inhibits the Proliferation and Invasiveness of MHCC97-H Cells via p38 Signaling Pathway.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25195681

Benefícios dos antioxidantes na alimentação.

http://www.cesumar.br/pesquisa/periodicos/index.php/saudpesq/article/view/996/727

Nutrition As a Part of Healthy Aging and Reducing Cardiovascular Risk: Improving Functionality in Later Life Using Quality Protein, with Optimized Timing and Distribution.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25151523

Emerging Potential of Citrus Flavanones as an Antioxidant in Diabetes and its Complications.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25547100

Evaluation of Sour Cherry (Prunus cerasus L.) Fruits for Their Polyphenol Content, Antioxidant Properties, and Nutritional Components.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25495123

Ananas comosus L. Leaf Phenols and p-Coumaric Acid Regulate Liver Fat Metabolism by Upregulating CPT-1 Expression.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25197313

Traditional uses, phytochemistry and pharmacology of Ficus carica: a review.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25017517

Ficus carica L. (Moraceae): an ancient source of food and health.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24996314

Dietary cholesterol provided by eggs and plasma lipoproteins in healthy populations.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16340654

Medicinal properties of ‘true’ cinnamon (Cinnamomum zeylanicum): a systematic review.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24148965

The impact of moderate wine consumption on health.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25449821

Lycopene – antioxidant with radioprotective and anticancer properties. A review.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25526570

Sweet potato (Ipomoea batatas [L.] Lam)–a valuable medicinal food: a review.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24921903

Health-promoting properties of artichoke in preventing cardiovascular disease by its lipidic and glycemic-reducing action.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23923586

Influence of capsicum extract and capsaicin on endothelial health.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21302401

Dr. Roberto no Instagram

Visualize as dicas e informações para uma vida mais saudável direto no Instagram


Acessar

Dr. Roberto no Facebook

Dr. Roberto Franco do Amaral Neto
Dr. Roberto Franco do Amaral Neto
Médico CRM: 111370

10 Comentários

  1. Josa Jr disse:

    Show!!
    A ordem de apresentação tem algum sentido?

  2. Antônio Antunes Almeida disse:

    Dr.Roberto, bom dia!
    Em primeiro lugar parabéns pelo site e pelas informações tão importantes pra todos.
    Sou advogado, tenho 62 anos, atualmente continuo com um corpo saudável não bebo ou melhor nunca fui de bebida, fumei alguns anos, depois pratiquei Karatê durante 22 anos, sempre optei por uma vida saudável. Ao completar 40 anos tive o meu primeiro infarto com entupimento consideráveis de 95/98 % de artérias importantes. A partir daí me foi recomendado o uso de Betabloquedor, Selozok, Sinvastatina e AAS. Nos últimos quatro anos passei a estudar muito sobre alimentação e cheguei à conclusão que realmente devia mudar a minha alimentação e foi o que eu fiz. Mudei radicalmente a minha vida, hoje não como mais derivados de trigo, não tomo leite, apenas queijo e manteiga, mas nem sempre. Como muitos ovos diariamente, abandonei os óleos de supermercados, optando pela gordura de côco nas frituras e de porco na comida. Tomava café com açucar mascavo e agora sem açucar, não uso adoçantes após ler tantos trabalhos sobre a nocividade de tais produtos. Todos os dias misturo e como 01 colher bem cheia de aveia, outra do trio andino(Quinoa,Amaranto e chia) e outra de gergelim, uma colherinha de canela em pó, uma banana amassada e uma colher de mel. Após tudo isso, tomo 02 gotas de solução de lugol a 2%, como um ou dois ovos quentes. em seguida 02 cápsulas de óleo de côco, 01 de ômega3, 01 de amaranto, 01 chá verde 500mg, 01 coenzima Q10 60mg, e uma de Açaí 1000mg. Depois 1/2 xícara de café sem açucar. Almoço bem em seguida tomo 15 gotas de vit.d3 pois tom o muito pouco sol. À noite faço dia sim dia não uma caminhada de 3 ou 4 km e após o meu banho como alguma coisa tipo: 05 pãos de queijo, ou uma tapioca com banana ou com queijo, ou um bife de frango ou um pedaço de linguiça assada. Finalmente antes de ir dormir espremo um limão e dois dedos de água e coloco 01 colher de café de bicarbonato de sódio após ferver tomo-o, ainda lembrando que tomo também há muito tempo dois copinhos desses de café, alternadamente de Cloreto de Magnésio todos os dias. O mais importante vem agora: Não tomo mais o betabloqueador, nem a Sinvastatina, tampouco o AAS. Abandonei por minha conta, pois o último infarto que tive dos quatro foi a mais ou menos há dez anos e então decidi que não tenho mais nada que me obrigue ficar tomando essas drogas, uma vez que depois que parei nem posso dizer o tanto que melhorei. Não sinto mais nada mesmo, antes quando tomava ainda sentia um certo desconforto ao lavar o carro ao agachar-me para lavara as rodas. Agora tudo mudou. Estou gostanto até de viver.
    Dr.Roberto, me desculpe por todo esse relato, mas por causa do seu semblante simpático da foto do Site acreditei que não se zangaria comigo e tudo isso foi para lhe perguntar se toda essa massaroca está correta? Por favor me dê uma resposta.
    Abraço,
    Antônio Antunes Almeida

  3. rose dutra disse:

    perguntar se o q ja faço ta correto ou nao é uma consulta é?
    gostei muito da pagina e da sua publicacao….mas …

  4. rose dutra disse:

    gostaria de saber a resposta pra pergunta feita pelo leitor antonio ai acima

  5. Eunice disse:

    Parabéns pelo conteúdo do site e pela importante informação sobre comer 35 cerejas por dia pode baixar o risco de tendinite, artrite,e gota gostei.Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *